PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Juca Kfouri: Ameaça de Renato é factoide para que não se fale dos 15 empates

Do UOL, em São Paulo

27/01/2021 04h00

O Grêmio perdeu de virada para o Internacional no último domingo (24), encerrando sua série invicta em Grenais e vendo o rival abrir vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro, tudo isso com um gol marcado nos acréscimos, em uma cobrança de pênalti que rendeu reclamações do lado gremista, com o técnico Renato Portaluppi ameaçando deixar de escalar seus principais jogadores na reta final da competição como forma de protesto.

No podcast Posse de Bola #94, Juca Kfouri critica a declaração dada pelo treinador após o clássico no Beira-Rio e afirma que a postura dele serve como forma de desviar o assunto em relação à derrota de seu time e a quantidade de empates no Brasileirão.

"Ele não fez referência aos 15 empates em 31 jogos do Grêmio, que é um absurdo para quem tem o elenco que ele tem. Aí ele justifica, digamos, que, de fato, não tenha havido o pênalti e que o Ferreirinha tenha sofrido um pênalti, e que portanto, ele tenha sido duplamente prejudicado, eu pergunto: e o Grêmio não foi ajudado por nenhum erro de arbitragem nesse campeonato? Não faz parte, como diria o ?profexô? do futebol que essas coisas aconteçam?", diz Juca.

"Pensar em entregar, dizer que vai entregar, me permite achar que ele está de olho no emprego no Flamengo, diante da desgraça do Rogério Ceni. E os 5 a 0 que o Flamengo enfiou no Grêmio? Ele não tem o compromisso com o torcedor do Grêmio de, de alguma maneira agora, atrapalhar a vida do Flamengo, que impingiu a ele tamanha humilhação no Maracanã? É absolutamente abaixo da crítica", completa.

Na opinião do jornalista, a declaração de Renato Portaluppi sobre abandonar o Campeonato Brasileiro revela que o treinador é um mau perdedor.

"É aquilo também de fazer o factoide e de fazer com que todos nós falemos da desistência dele em relação ao campeonato, da proposta indecorosa que ele vai fazer ao Bolzan, de desistir do campeonato. Para não falar da virada que ele tomou, para não falar dos 15 empates que ele orientou, que ele comandou. É isso, para mim é tão simples como isso. Não sabe perder, é um mau esportista", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol