PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Arnaldo: Um cara com tantos trabalhos marcantes como Cuca não pode ser ruim

Do UOL, em São Paulo

13/01/2021 04h00

O Santos decide hoje uma vaga na final da Libertadores em confronto com o Boca Juniors, com o time comandado por Cuca vindo de uma vitória utilizando os reservas contra o São Paulo, líder do Campeonato Brasileiro. Com diversos momentos na carreira, como passagens pelo próprio Santos, além de Palmeiras, São Paulo, Botafogo, Fluminense, entre outros clubes, o treinador tem sido novamente elogiado por seu trabalho no time da Vila Belmiro.

No podcast Posse de Bola #90, Arnaldo Ribeiro analisa o trabalho de Cuca e todas as condições vividas no Santos e o considera o melhor treinador brasileiro da temporada, vendo a possibilidade de levar o alvinegro a mais uma final de Libertadores.

"O Santos tem algumas situações, o Cuca acho que vai além do Santos, desse Santos. É claro que fazer esse Santos com aquele desgoverno político, com atraso de salário, jogador saindo mobilizado dessa forma, surto de covid, até agora, pensa bem o que foi a semana do Santos, a semana do Santos, além do jogo com o Boca lá, dois jogadores ficaram na Argentina, covid, o goleiro titular, o Boca tentando ganhar o jogo no tapetão, o cara vai lá, arma estratégia, ganha do São Paulo, mobiliza", diz Arnaldo.

"O Cuca, dos técnicos brasileiros, e a temporada envolve 2020 e 2021, é aquele que mais me surpreende no bom sentido, pela dificuldade, pelo ótimo trabalho que ele faz de novo, em um outro clube, em outra circunstância. De novo no Santos, mas em uma outra circunstância", completa.

Arnaldo afirma que Cuca está no meio entre a geração de treinadores que teve Felipão e Vanderlei Luxemburgo, e a dos mais jovens Fernando Diniz e Rogério Ceni, acredita que o técnico do Santos é o melhor desta geração intermediária e cita a quantidade de trabalhos significativos feitos por ele.

"O Cuca tem acho que mais um trabalho significativo. Foram vários. Eu acho que aí, quando você falou sobre os técnicos tradicionais, Luxemburgo, Abel, Renato até, o Cuca é de uma outra geração, o Cuca vem depois e o Cuca eu considero o treinador brasileiro mais inquieto. Ele às vezes até passa do ponto, mutila os próprios trabalhos, sabota, sai antes, não completa por iniciativa própria, testa o dirigente", diz Arnaldo.

"Tem uma série de questões, agora, o cara trabalha bem, esse é o fato. Ele sempre tem formas diferentes de jogar de acordo com o elenco, de acordo com o adversário e de acordo com as circunstâncias. Então um cara que tem trabalho marcante no Goiás, no Fluminense, no Atlético-MG, no Palmeiras, no Santos não pode ser ruim, trabalho razoável no São Paulo, o cara não pode ser ruim", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol