PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Vítor Pereira ressalta a garra do Corinthians para passar pelo Boca: 'O espírito supera as dificuldades'

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

06/07/2022 01h44

O técnico Vítor Pereira concedeu entrevista coletiva na sala de imprensa de La Bombonera após a vitória nos pênaltis e classificação do Corinthians sobre o Boca Juniors para as quartas de final da Libertadores.

O comandante destacou o "espírito" dos jogadores em campo para o Timão sair com a vaga após a equipe ter se segurado como pôde na defesa sofrer praticamente os 90 minutos da partida.

? Foi uma vitória heroica, de um grupo de jogadores que têm o espírito corinthiano. Sabem sofrer, sabem se organizar, sabem lutar e competem até o final. Muitas vezes, o espírito supera as dificuldades. Temos muita gente fora. Mesmo com tantas dificuldades, não nos apoiamos nelas, chegamos aqui e combatemos até o último minuto. Queria muito pelo apoio da nossa torcida, de toda a gente que nos apoiou do princípio ao fim, para os que ficaram no Brasil. Uma vitória que vai ficar na história do Corinthians ? disse.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Com sete desfalques para a partida, Vítor Pereira também lamentou a ausência de nomes importantes e ainda revelou que conversou com Willian nos últimos dias para saber se o camisa 10 tinha condição de entrar em campo.

? Nós (eu e Willian) tivemos uma conversa ontem, hoje, e ele continua com muitas dores. Se ele entrasse em campo, arriscaríamos uma ausência muito mais longa. Mas ele quis estar conosco transmitindo apoio, é importante ? afirmou o treinador.

+ Cássio comemora classificação, mas reconhece dificuldade para superar o Boca: 'Sofremos'

+ João Victor e Gustavo Mantuan deixam jogo contra o Boca por lesão

Apesar da classificação no sufoco, o técnico ressaltou que não há tempo para celebrar com tantos jogos em sequência no calendário e que já pensa na partida deste domingo contra o Flamengo, possível adversário nas quartas de final

?  Acabamos de ter uma grande conquista, mas, sinceramente, já estou preocupado com o Flamengo daqui uns dias. Estou preocupado com os jogadores que tenho fora, o que vou fazer com a nossa equipe. Vamos ter que pensar para competir com o Flamengo, que não é fácil. Não tem tempo aqui. Com esse calendário não é possível desfrutar ? finalizou.

Futebol