PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Bustos analisa a derrota em casa, e comenta "Não merecíamos perder o jogo"

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

02/07/2022 23h50

Neste sábado (2), o Santos perdeu em casa para o Flamengo, por 2 a 1, partida essa válida 15º rodada do campeonato Brasileiro. Na coletiva o técnico Fabián Bustos falou que o empate seria o resultado mais justo.

Para saber mais sobre o Santos, siga o Esporte News Mundo no FacebookInstagram e Twitter

Além de comentar sobre a sequência de 11 jogos e apenas uma vitória.

“Parelho em todos(os jogos). Tirando a partida desastrosa da Copa do Brasil (a derrota por 4 a 0 para o Corinthians), nos outros, muito parelho. No jogo de hoje também. Na realidade, o Flamengo teve mais imposição. Fizemos um bom jogo, um jogo parelho, não merecíamos perder o jogo. Parece que o empate era um resultado mais justo, mas eles tem uma imposição que nós não temos, e essa imposição faz a diferença.” – Falou, Bustos.

“Passa um pouco pelo que foi contra o Palmeiras. Uma partida parelha. Que não merecíamos perder e perdemos. Depois, competimos com todos. Tirando o jogo da Copa do Brasil(contra o Corinthians), nos outros, foi parelho com todos. Ganhamos um e nos outros empatamos, só perdemos a partida que foi muito ruim na Copa do Brasil. Depois, competimos e foi parelho em quase todos os jogos e merecíamos ganhar em vários.” – Comentou, o argentino.

Além disto, o treinador comentou um pouco sobre se sentir pressionado no cargo e se expressou sobre reforços nesta nova janela de transferências, que abre dia 18 de julho.

“Eu tenho que fazer meu trabalho, tratar de ser competitivo e conseguir os resultados. Essa é uma equipe que quase caiu no Paulistão. Chegamos ao final, vencemos o último jogo e conseguimos nos manter na divisão. Algo que nunca havia passado, uma vergonha muito maior. No Brasileirão, vamos competir, ser parelhos em quase todos os jogos. No Brasileirão, o que a gente jogou mal contra o Goiás como visitante, não fizemos um bom jogo. Na Copa do Brasil, passamos em três fases. Vergonha foi o que passamos da outra vez (Corinthians), não jogamos bem. Na Sul-Americana, agora temos a chance, em casa, de passar e continuar conseguindo. No Brasileirão também, tentar seguir ganhando.” – Dissertou, o treinador.

“A realidade é que todas as equipes estão se reforçando. A janela abre dia 18, é um tema que eu não controlo. Vocês sabem mais do que eu, como está a situação, como estava no último ano e por que está difícil contratar. A realidade é que seria bom ter mais jogadores e ser mais competitivos.” – Finalizou, Bustos.

O próximo confronto do Santos é contra o Deportivo Táchira, pela Copa Sul-Americana, na próxima quarta-feira(6), às 21:30 (horário de Brasília).

Futebol