PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Quarto lugar, Verstappen lamenta bandeira vermelha na parte final da classificação em Mônaco

O piloto da Red Bull Max Verstappen no GP de Mônaco - Sebastien Bozon/AFP
O piloto da Red Bull Max Verstappen no GP de Mônaco Imagem: Sebastien Bozon/AFP

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

28/05/2022 14h22

O início do fim de semana do GP de Mônaco não foi dos melhores para Max Verstappen. Em todas as sessões realizadas até agora, treinos livres e classificação, o atual campeão mundial foi apenas o 4º mais rápido, atrás do companheiro Sergio Pérez e da dupla da Ferrari.

Em sua última tentativa de volta rápida durante o Q3, o piloto holandês vinha melhorando o seu tempo, até que o erro de Perez - e, posteriormente de Sainz - na entrada do túnel acionou a bandeira vermelha, que interrompeu a sessão.

Com isso, Verstappen não pode melhorar o tempo de volta e vai largar em 4º na corrida de amanhã (29). Em seu perfil nas redes sociais, o piloto da Red Bull se mostrou infeliz com o desempenho apresentado até agora.

"Este não é o resultado que queríamos hoje, mas é o que é depois de um fim de semana complicado até agora. Poderíamos ter feito melhor, mas é claro que as bandeiras vermelhas fazem parte do Mônaco", disse.

O circuito do principado é caracterizado por ser estreito e de difícil ultrapassagem. Por isso, Verstappen sabe que o clima pode ser decisivo para o resutlado final. A previsão do tempo aponta 60% de chance de chuva no horário da corrida.

"Vamos ver como esse clima vai se desenrolar amanhã, aconteça o que acontecer, definitivamente daremos o nosso melhor", complementou.

A corrida está marcada para domingo (29), com a largada prevista para as 10h, no horário de Brasília.

Futebol