PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Real Madrid tenta começar a se recuperar em reedição da final de 2016

18/12/2018 13h45

Redação Central, 18 dez (EFE).- O Real Madrid, da Espanha, encarará nesta quarta-feira o Kashima Antlers, do Japão, na segunda semifinal do Campeonato Mundial de Clubes, em reedição da decisão da edição de 2016 do torneio, em que os campeões europeus sofreram para derrotar o adversário.

O panorama, agora, é bem diferente para os 'Merengues', que ainda não se acertaram após a conquista da terceira Liga dos Campeões consecutiva. Em uma tacada só, o técnico francês Zinedine Zidane confirmou o adeus, e o atacante português Cristiano Ronaldo acertou transferência para a Juventus.

No Mundial de Clubes, em que é franco favorito, devido a distância entre os principais times europeus para as potências de de outros continentes, o Real tentará encontrar paz, depois de viver momentos conturbados desde o início da temporada.

Os maus resultados nos primeiros meses de trabalho custaram o emprego do técnico Julen Lopetegui, que foi substituído pelo argentino Santiago Solari, que comandada o time B. O novo treinador, no entanto, viu a equipe ser batida pelo Eibar, pelo Campeonato Espanhol, e CSKA Moscou, pela 'Champions' e no Santiago Bernabéu, ambos os jogos com placar de 3 a 0.

No torneio continental, os 'Merengues' até conseguiram a primeira colocação da chave, que dá a vantagem de decidir em casa o duelo com o Ajax, pelas oitavas de final. Na competição nacional, no entanto, Marcelo, Casemiro, Vinicius Júnior e companhia estão no quarto posto, cinco pontos distante do líder, Barcelona.

Além disso, a comissão técnica vem sofrendo com os problemas físicos de jogadores. O mais recente é o do atacante espanhol Marco Asensio, que apresenta dores musculares em uma das coxas, desde o jogo com o Rayo Vallecano, pelo Campeonato Espanhol.

O meia-atacante galês Gareth Bale e o atacante francês Karim Benzema, que chegaram nos Emirados Árabes com problemas físicos, treinaram integralmente, sem indicar qualquer recaída. Outros que se recuperaram recentemente são Casemiro e o meia alemão Toni Kroos. O primeiro, no entanto, deverá seguir afastado.

Com isso, o polivalente Marcos Llorente seguirá atuando na frente da zaga. Já Lucas Vázquez deverá integrar o setor ofensivo, ao lado de Bale e Benzema, a não ser que um dos dois seja preservado para uma eventual final. Vinicius Júnior, por sua vez, provavelmente, estará no banco.

O Kashima Antlers, que já mostrou força ao despachar o Chivas Guadalajara, do México, vai em busca de provocar uma surpresa ainda maior neste ano. Em 2016, a equipe bateu o Atlético Nacional, da Colômbia, e se garantiu na final contra o Real.

O time espanhol saiu na frente com Benzema, mas, o atacante Gaku Shibasaki marcou duas vezes e virou. CR7, de pênalti, deixou tudo igual e forçou a prorrogação. A partir daí, o português deu show, balançando a rede duas mais duas vezes, para garantir o título.

O time japonês conta com três brasileiros no elenco, o volante Léo Silva, ex-Botafogo, o meia-atacante Serginho, ex-Santos e América Mineiro - que balançou a rede no duelo com o Chivas Guadalajara -, e o atacante Leandro, ex-Grêmio e Palmeiras. Todos deverão começar jogando.

O árbitro da partida será o brasileiro Wilton Pereira Sampaio, auxiliado pelos compatriotas Rodrigo Figueiredo e Bruno Boschilia. Já o argentino Mauro Vigliano será o encarregado por liderar a equipe do VAR.



Prováveis escalações:.

Real Madrid: Courtois, Carvajal, Varane, Sergio Ramos e Marcelo; Llorente, Kroos e Modric; Vázquez, Bale e Benzema. Técnico: Santiago Solari.

Kashima Antlers: Sun-Tae; Uchida (ou Nishi), Jung, Shoji e Yamamoto; Nagaki, Léo Silva, Endo e Leandro; Serginho e Doi. Técnico: Go Oiwa.

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Brasil), auxiliado pelos compatriotas Rodrigo Figueiredo e Bruno Boschilia.

Estádio: Zayed Sports City Stadium, em Abu Dhabi (Emirados Árabes).

Esporte