Topo

Esporte


Cerrone projeta disputar o cinturão após vitória sobre Ferguson no UFC 238

Ag. Fight

25/05/2019 10h06

Donald Cerrone parece estar certo que disputará o cinturão dos pesos-leves (70 kg) do UFC caso conquiste a vitória sobre Tony Ferguson no dia 8 de junho, em Chicago (EUA). Atual número quatro do ranking da categoria, o americano não vê ninguém tão apto quanto ele e o rival - que aparece em segundo lugar na lista - na corrida pelo título.

Com 23 triunfos, Cerrone é o lutador com o maior número de vitórias da história do UFC. Já Ferguson, vem de 11 sucessos consecutivos no octógono. Como ambos são conhecidos pela disposição no octógono, a aposta é de uma luta movimentada, com intensa troca de golpes. E, segundo 'Cowboy', tal tipo de combate seria benéfico a ele, já que não vê o rival como uma habilidade diferenciada na luta em pé.

"Eu sei que tipo de oponente enfrentarei. Ele é durão, arrojado, mas não é um trocador de alto nível, eu não acho. Ele tem apenas grande volume (de golpes). (...) Eu nem acho que o UFC precisa dizer isso (...). Eu venço Tony e recebo a disputa pelo título. Não há mais ninguém na fila", contou Cerrone, em entrevista ao site 'MMA Junkie'.

Além dos dois, o único que teria chances de ser escalado para disputar o cinturão neste momento seria Conor McGregor, que está posicionado no ranking justamente entre Cerrone e Ferguson. No entanto, o irlandês não compete pelo Ultimate desde outubro de 2018, quando foi superado justamente pelo atual campeão da categoria, Khabib Nurmagomedov. Deste modo, ele lutar novamente pelo título sem fazer ao menos outro combate antes é algo improvável.

Aos 36 anos, Cerrone venceu as últimas três lutas que fez no UFC - a última delas contra Al Iaquinta, em maio. Ao longo da carreira profissional no MMA, o veterano soma, até o momento, 36 triunfos, 11 reveses e um 'no contest'. Já Ferguson, um ano mais novo, acumula um cartel de 24 resultados positivos e apenas três negativos.

Mais Esporte