Ídolo do Flamengo, Marquinhos vira 6º homem no Vasco em bom início no NBB

O Vasco voltou ao NBB após quatro temporadas e trouxe um reforço de peso: o ala Marquinhos, ídolo do Flamengo e titular do São Paulo na última temporada. Acostumado a ser protagonista, o atleta de 39 anos vem saindo do banco nas partidas do Cruz-maltino. A experiência tem funcionado.

O Vasco de Marquinhos recebe o Franca hoje (4), às 20h (de Brasília), no Ginásio de São Januário. O canal do UOL Esporte no YouTube transmitirá a partida, ao vivo e com imagens.

Todas as segundas-feiras, o UOL leva a você uma partida do melhor basquete do Brasil.

De volta às origens

Antes de se tornar ídolo no Flamengo, Marquinhos jogou pelo Vasco. O ala teve breve passagem pelo Cruz-maltino em 2003, quando tinha 19 anos. O jogador passou uma temporada no clube carioca, emprestado pelo Pesaro, da Itália.

Foi no Rubro-Negro que Marquinhos se tornou um dos maiores jogadores da história do NBB. Com a camisa do Flamengo, o ala conquistou seis títulos brasileiros, venceu três prêmios de MVP — recorde da liga — e é o segundo maior cestinha do campeonato em todos os tempos.

O veterano passou as últimas duas temporadas no São Paulo, passando perto de mais um título, mas sem levantar a taça. Com contrato encerrado, Marquinhos encaminhou acerto com o Atlético Biguá, do Uruguai, mas não concretizou o acordo e optou por seguir no NBB.

Marquinhos está abraçando um novo papel. Esperava-se que um dos destaques do atual vice-campeão brasileiro seria titular no elenco recém-formado do Vasco. No entanto, o ala vem saindo do banco, como sexto homem. O atleta parece se adaptar bem à nova função e é um dos destaques do bom início de temporada do Vasco.

Continua após a publicidade

Brigando na parte de cima

Elenco do Vasco celebra vitória no NBB
Elenco do Vasco celebra vitória no NBB Imagem: Maurício Almeida/Vasco

O Vasco tem campanha fora da curva entre os times que voltam ao NBB nesta temporada. Enquanto Mogi Basquete e o rival Botafogo ocupam a lanterna e a penúltima posição, respectivamente, o Cruz-maltino venceu mais jogos que perdeu e tem aproveitamento de playoffs.

A tabela relativamente tranquila também ajuda o Vasco. As sete vitórias conquistadas até agora foram contra equipes de campanha negativa nesta temporada.

Paulichi é uma das surpresas da temporada. Após passagens sem grande destaque por Pato Basquete e União Corinthians, o ala-pivô vem dobrando sua média de pontos por jogo — de 7 para 14 —, com a melhor eficiência da carreira.

Não é só Marquinhos que adiciona experiência ao elenco vascaíno. Cauê, de 35 anos, é mais uma contratação de sucesso. O armador lidera a liga em assistências, com média de 7,6 por jogo. Gustavo Basílio, ala de 32 anos, é mais um veterano com espaço na rotação do técnico Leonardo Figueiró.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes