PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Gaúchos têm jogos concorrentes e projetam Gre-Nal por audiência no Facebook

Alisson e Matheus Jussa disputam a bola durante Gre-Nal pela Libertadores - Alexandre Schneider/Getty Images
Alisson e Matheus Jussa disputam a bola durante Gre-Nal pela Libertadores Imagem: Alexandre Schneider/Getty Images

Gabriel Vaquer

Colaboração para o UOL, em Aracaju

22/10/2020 11h30

Além da briga pelo primeiro lugar no Grupo E na Libertadores da América, Grêmio e Internacional vão disputar a atenção do público na noite desta quinta-feira (22) - um Gre-Nal particular. Com os jogos acontecendo no mesmo horário (21h30, horário de Brasília) e ambas as partidas sendo transmitidas no Facebook, grande parte dos torcedores dos dois lados estão realizando campanhas em grupos de WhatsApp para não deixarem o rival vencer na audiência.

Nos grupos no aplicativo de mensagens, cada torcida diz a mesma coisa: perder nos números seria motivo de zoação do rival. As orientações para a transmissão da partida estão sendo oferecidas no mesmo texto. "Além da classificação, vamos derrotar nosso rival na audiência do Facebook", diz uma das mensagens.

A piada é que esse, de verdade, vai ser um Gre-Nal do Facebook, em que o vencedor será conhecido junto com o desfecho da chave que reúne ambos os clubes.

É a primeira vez que Internacional e Grêmio vão jogar na mesma hora pela Libertadores 2020, em coincidência que permitirá comparaçãodo apelo que ambos times possuem nas redes sociais.

Em março, o clássico entre as duas equipes na mesma fase de grupos, e que também foi mostrado pelo Facebook, marcou mais de 2 milhões de visualizações de pico, fechando como o jogo de maior audiência na internet até então - sendo superado messes depois pelo Fla-Flu da final da Taça Guanabara, em junho, e pela final da Champions League entre Bayern e PSG, em agosto.

Os jogos serão transmitidos com narração da equipe esportiva do Esporte Interativo. Na visão dos executivos da Turner, a aposta é que o jogo do Internacional marque números melhores, por um interesse a mais pela possibilidade do clube colorado em alcançar o primeiro lugar, ou pela quase remota chance de perder a vaga para o América de Cali, que enfrenta o rival em Porto Alegre. O compromisso do Inter será fora de casa, contra a Universidad Católica, no Chile.

Quem está animado de verdade é o Facebook. A meta da rede social é que as duas partidas marquem, pelo menos, 500 mil telespectadores simultâneos em média, um número muito bom para o padrão de streaming na rede social. Tudo vai depender, principalmente, da emoção que os jogos vão entregar.

Para o Facebook, seria ideal que os torcedores fossem 'zapeando' entre as duas transmissões, garantidos picos de audiência para ambos. E é isso que, no fim das contas, deve acontecer. Vale lembrar que, por contrato e até 2022, o Facebook tem os direitos exclusivos de todos os jogos da Libertadores nas noites de quinta-feira, até as quartas de final.

UOL Esporte vê TV