PUBLICIDADE
Topo

Gottino começou no esporte, mas cansou e, na Record, acabou com Vídeo Show

Reinaldo Gottino, Fabíola Reipert e Renato Lombardi comandam o quadro A Hora da Venenosa - Reinaldo Gottino, Fabíola Reipert e Renato Lombardi comandam o quadro A Hora da Venenosa
Reinaldo Gottino, Fabíola Reipert e Renato Lombardi comandam o quadro A Hora da Venenosa Imagem: Reinaldo Gottino, Fabíola Reipert e Renato Lombardi comandam o quadro A Hora da Venenosa

Beatriz Cesarini e Karla Torralba

Do UOL, em São Paulo

06/06/2020 11h00

Muitas pessoas não imaginam, mas Reinaldo Gottino já levou para a casa dos telespectadores bola na rede, brigas de torcida e títulos no futebol. Ele nasceu no esporte e na rádio. Apesar disso, o jornalista ficou saturado da rotina da cobertura esportiva e trocou de área. Em entrevista ao UOL Esporte, ele contou como chegou à Record e até que foi apontado como o responsável pelo fim do Vídeo Show, da Globo.

"Eu nunca tinha revelado o meu time Palmeiras até eu parar de trabalhar com futebol. Eu cansei de trabalhar com futebol. Eu não aguentava mais. Falei para minha esposa, que na época era minha namorada: 'Eu não aguento mais trabalhar quarta à noite, quinta à noite, sábado à tarde, domingo à tarde, domingo à noite'. Aí, eu recebi uma proposta para ir à Record pra fazer jornalismo de segunda à sexta, durante o dia. Era uma coisa que era mais interessante", destacou Gottino.

Leia mais:

Gottino explica saída da CNN e retorno à Record 3 meses após estreia

Gottino estourou de vez quando assumiu o Balanço Geral em 2015. O sucesso foi tão estrondoso que o programa que mistura notícias policiais e fofocas tomou a liderança da Rede Globo na audiência vespertina. O programa, inclusive, foi apontado como o responsável pelo fim do Vídeo Show, da Globo, que estava no ar desde 1983 e acabou em janeiro de 2019.

"Creio que o programa deu certo por causa de uma química entre nós, que estávamos no vídeo: eu, Fabíola Reipert e Renato Lombardi. A gente se dava muito bem, cada um na sua, ninguém queria aparecer mais do que ninguém. A gente investiu nesse setor de entretenimento, de celebridades, e isso deu muito certo. Começamos com noticiário e a partir de 14h parava para entrar nessa outra área. E deu muito certo. Foram quatro anos em primeiro lugar. Só o comecinho que foi bem difícil", analisou Gottino.

UOL Esporte vê TV