PUBLICIDADE
Topo

Globo decide manter especial sobre Ronaldinho no Esporte Espetacular

Ronaldinho deixa o Ministério Público do Paraguai após prestar depoimento ao lado do irmão Assis - JORGE ADORNO
Ronaldinho deixa o Ministério Público do Paraguai após prestar depoimento ao lado do irmão Assis Imagem: JORGE ADORNO

Gabriel Vaquer

Colaboração para o UOL, em Aracaju

07/03/2020 04h00

Em conversas que aconteceram desde esta quinta-feira (5) no Esporte da Globo e que provocaram muito debate interno, a direção do programa esportivo Esporte Espetacular, exibido pela emissora carioca, optou por manter para este domingo (8) a estreia do especial R40, que contará em detalhes a carreira no futebol de Ronaldinho Gaúcho, de sua infância até o fim dela, marcando seu 40º aniversário no mês de março.

Segundo apurou o UOL Esporte, a opção pela manutenção ocorreu porque a maioria dos membros da direção da emissora entendeu que a prisão de Ronaldinho Gaúcho no Paraguai não anulava o conteúdo do programa. Pelo contrário, a sua exibição seria mais do que necessária, jornalisticamente falando.

Também pesou na decisão o fato de a Globo já ter anunciado, com destaque, o especial R40 no intervalo da partida do Flamengo na Libertadores na última quarta (4), contra o Junior Barranquilla.

A reportagem também apurou que ainda nesta sexta (6), o apresentador do programa, Lucas Gutierrez, gravou offs (voz sobre a matéria exibida) para o especial. Ele também consta na escala de edição do programa que vai ao ar domingo.

Além do especial, a emissora já está produzindo uma reportagem justamente sobre o caso do jogador no Paraguai. Após essa reportagem, uma entrada ao vivo da reportagem da Globo acontecerá para atualizar a situação de Ronaldinho Gaúcho no Paraguai.

Chamado de R40, o especial sobre a carreira de Ronaldinho Gaúcho está sendo preparado pela Globo desde o fim de 2019. O programa tem três partes e traz imagens inéditas do início da carreira e depoimentos de pessoas que viveram de perto a explosão e o auge do ídolo do Barcelona.

Entre os depoimentos colhidos pelo documentário, estão o de Tostão, craque da Copa de 70 e hoje colunista da Folha de São Paulo, além do narrador Galvão Bueno e do ex-atacante Aloísio Chulapa. A intenção do especial é olhar a carreira de Ronaldinho como um todo, da genialidade às confusões fora de campo.

UOL Esporte vê TV