PUBLICIDADE
Topo

Teliana Pereira enaltece bronze inédito e pede atenção à base no tênis feminino

Do UOL, em São Paulo

31/07/2021 13h40

Responsável por marcas importantes para a modalidade no Brasil, recolocando o país no top 100, nos títulos de WTA e torneios de Grand Slam, a ex-tenista Teliana Pereira enalteceu a medalha de bronze de Laura Pigossi e Luisa Stefani nas duplas femininas do tênis dos Jogos Olímpicos de Tóquio e ressaltou que é preciso aproveitar o resultado e mirar na base no incentivo a novas atletas.

Em sua participação no UOL News Olimpíadas, Teliana afirma que as condições do tênis feminino melhoraram nos últimos anos em relação ao masculino, mas ainda há uma discrepância e não adianta esperar pelo resultado para investir.

"O tênis feminino, na verdade o esporte, óbvio que melhorou bastante, a gente também não adianta só a gente falar o lado ruim, acho que tem que valorizar também o que vem, o que eles estão fazendo, teve uma evolução, mas eu acho ainda muito distante. Primeiro que eu acho que o que a gente precisa pensar não é só nas meninas que já estão lá, a gente tem que fazer uma base boa para construir um caminho", afirma Teliana.

"Eu acredito muito que tudo tem que ser feito, pensado no esporte, pensado a longo prazo. Não adianta, uma menina foi lá, ganhou um WTA e agora vamos patrocinar. Não, gente, ela já está lá, a gente precisa construir, o que a gente precisa hoje é ter mais meninas, meninas de 10, 12 anos praticando o esporte e convivendo com essas que já estão lá, que eu acho que ela convivência é extremamente importante, eu acho que isso só acrescenta e isso faz com que encurte um pouquinho o caminho das que estão vindo", completa.

Teliana, que competiu nos Jogos Olímpicos Rio-2016 e participou de seleções brasileiras ao lado de Laura Pigossi e Luisa Stefani até encerrar a carreira em 2020 conta que se emocionou com o jogo da dupla que rendeu ao tênis a primeira medalha olímpica.

"O fato e não ter alguém ali pertinho para mostrar que é possível, às vezes a gente acaba duvidando, mas as meninas simplesmente fizeram um trabalho incrível, acho que vem sendo feito um trabalho legal, mas a gente precisa evoluir muito, não só na parte financeira, mas na parte construtiva", conta a ex-tenista.

"Eu fiquei muito emocionada, fico muito emocionada de ouvir o áudio delas, é muito legal porque elas merecem demais e o tênis feminino só tem a agradecer, eu acho que isso mostra o quanto essas gurias são merecedoras, eu estou feliz demais, gente", conclui.