PUBLICIDADE
Topo

Kelvin Hoefler ajudou repórter do UOL após ganhar a prata em Tóquio

Do UOL, em São Paulo

25/07/2021 13h31

Depois de ganhar a medalha de prata no skate street dos Jogos Olímpicos de Tóquio, Kelvin Hoefler recebeu uma homenagem na casa do Time Brasil, com um quadro assinado, e na cerimônia acabou ajudando o repórter Felipe Pereira, do UOL, a se localizar.

Em sua participação no programa UOL News Olimpíadas, Felipe, que acompanhou a prova de Kelvin Hoefler, relata o momento em que foi 'salvo' pelo skatista que havia acabado de conquistar uma medalha inédita para o esporte brasileiro no Japão.

"A gente foi conversar com ele lá no Chuo, que é a casa do Comitê Olímpico Brasileiro aqui em Tóquio, fica inclusive de frente para a Vila Olímpica. Eu cheguei lá, nunca tinha ido, até porque ele só foi aberto quando o Brasil ganhou medalha e eu estava perdido, eu desci, não sabia, era uma escola, só que quase ninguém fala inglês e eu estou lá perdido, sabe o meme do John Travolta perdido? Eu parecia o John Travolta perdido, e aí eu olho para o lado, ele está abaixado amarrando o tênis, e me vê e diz 'o que você faz aí?', eu disse 'estou perdido'. Ele me levou até o lugar", conta Felipe.

"A hora em que ele chega lá, todas as pessoas começam a aplaudi-lo, porque ele entra, ele ganha um quadro que é para inaugurar, tem um painel dos atletas medalhistas, ele ganha esse quadro e diz 'é para mim?', ele não acredita que é para ele, aí eles pedem para ele inaugurar e colocar onde quisesse o quadro, e aí ele põe bem no cantinho, a hora que ele põe no cantinho, as pessoas dizem 'por que você não põe no meio? Você pode ser o centro de tudo'. E ele falou 'prefiro ficar aqui e dar atenção para os outros'. É um cara discreto", conclui.