PUBLICIDADE
Topo

Silvana Fernandes é bronze três anos após começar no parataekwondo

Silvana Fernandes conquista bronze no taekwondo nas Paralimpíadas de Tóquio - Rogério Capela/CPB
Silvana Fernandes conquista bronze no taekwondo nas Paralimpíadas de Tóquio Imagem: Rogério Capela/CPB

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/09/2021 08h51

Três anos depois de procurar por parataekwondo na internet e começar a treinar na modalidade, Silvana Fernandes conquistou, nesta sexta-feira (3), a medalha de bronze na estreia da modalidade nas Paralimpíadas. O pódio veio após vencer a turca Gamze Gurdal com um placar largo, de 26 a 9, na categoria 58kg.

Diferente de outras modalidades, que têm diversas classes para atletas com diferentes graus de deficiência, o taekwondo estreia no programa paralímpico com subdivisões apenas por peso. Os atletas aptos têm amputação bilateral do cotovelo até a articulação da mão, dismelia unilateral, monoplegia, hemiplegia leve ou diferença de tamanho nos membros inferiores. Silvana possui má-formação congênita no braço direito.

Nascida em São Bento, na Paraíba, a atleta defende a seleção desde 2018 e chegou a Tóquio já como a melhor do continente na sua subdivisão de peso, com ouro no Campeonato Pan-Americano e nos Jogos Parapan-Americanos.

Em Tóquio, após ser derrotada na semifinal pela dinamarquesa Lisa Gjessing por 8 a 6, ela entrou novamente no tatame e, dessa vez, faturou a medalha de bronze. Na luta da medalha, ela venceu os três rounds, sem dificuldades.

No primeiro, Silvana foi melhor que a adversária e terminou a parcial com 3/1. No segundo, a diferença aumentou, e a brasileira foi superior, abrindo grande vantagem no placar, ganhando por 11/4. O terceiro round foi ainda melhor para Silvana. Ela venceu por 12/4 e sacramentou a vitória no placar por 26 a 9, sem chances para a turca, saindo com uma medalha na estreia da modalidade nas Paralimpíadas.

Na quinta-feira, no primeiro dia da modalidade em Tóquio, Nathan Torquato foi campeão na categoria até 61kg.