PUBLICIDADE
Topo

Brasil perde para República Tcheca e cai nas quartas do tiro com arco misto

Helcio Perilo na disputa do tiro com arco em Tóquio - Takuma Matsushita/CPB
Helcio Perilo na disputa do tiro com arco em Tóquio Imagem: Takuma Matsushita/CPB

Colaboração para o UOL, em São Paulo

28/08/2021 06h41

O Brasil caiu nas quartas de final da disputa por equipes mistas do tiro com arco na classe W1 (para atletas com deficiências graves que necessitam do uso de cadeira de rodas) nas Paralimpíadas de Tóquio ao perder para a República Tcheca por 131 a 126.

A dupla composta por Rejane Silva e Helcio Perilo fez uma disputa equilibrada nas duas primeiras rodadas, tanto que a primeira terminou empatada por 33 a 33. E a vantagem da República Tcheca foi mínima na segunda, de 33 a 32. Mas o resultado da terceira, com 33 a 29 para os adversários, foi determinante para a vitória europeia.

Na quarta rodada, o Brasil retomou o nível das duas primeiras, empatando em 32 a 32. Mas foi insuficiente para impedir o triunfo de David Drahonínský e Sarka Musilová.

A China enfrentará a Rússia na primeira semifinal, e a equipe tcheca disputará com a Coreia do Sul a vaga na decisão. Os vencedores duelam pela medalha de ouro, e quem perder fará a disputa pelo bronze.

Já a dupla brasileira ainda vai participar do evento individual nas Paralimpíadas. Na segunda-feira, às 6h04 (horário de Brasília), Helcio Perilo vai duelar pelas quartas de final com o sul-africano Shaun Anderson. Ele foi o décimo entre os 12 participantes do ranqueamento.

No dia seguinte, às 6h21, Rejane Silva terá pela frente a britânica Victoria Rumary. Ela ficou na 11ª e penúltima posição do ranqueamento.