PUBLICIDADE
Topo

Norte-americana faz protesto em pódio olímpico: 'Pelas pessoas oprimidas'

Raven Saunders faz gesto de protesto no pódio do arremesso de peso - Hannah Mckay/Reuters
Raven Saunders faz gesto de protesto no pódio do arremesso de peso Imagem: Hannah Mckay/Reuters

Colaboração para o UOL, de São Paulo

02/08/2021 02h09

Raven Saunders, atleta dos Estados Unidos no arremesso de peso, se manifestou no pódio ao erguer os braços em forma de X após receber sua medalha de prata. Ela já havia chamado atenção, no sábado, por aparecer no estádio com uma máscara do personagem Coringa.

Aos jornalistas na zona mista, Saunders afirmou que o gesto foi direcionado a todas as "pessoas oprimidas".

Saunders não foi a única atleta norte-americana a se manifestar neste domingo. Pouco depois dela, na esgrima, Race Imboden apareceu com um X desenhado na mão direita enquanto segurava a medalha de bronze conquistada por equipes.

O gesto no pódio gerou um impasse entre o Comitê Olímpico Internacional (COI) e o Comitê Olímpico dos Estados Unidos (USOC), segundo informa o jornal The New York Times.

Os atletas olímpicos são orientados a não fazer manifestações políticas durante os Jogos, mas as duas instituições têm opiniões conflitantes a respeito do assunto.

O USOC diz que não punirá atletas que exerçam seus direitos de liberdade de expressão, desde que não propaguem discursos de ódio. Já o COI entende o gesto de Sanders como uma violação à proibição de manifestações políticas no pódio ou durante as competições.

Minutos após a manifestação da atleta, o porta-voz do COI Mark Adams declarou que qualquer decisão sobre punição caberá ao comitê olímpico dos Estados Unidos.

Jon Mason, que responde ao USOC, disse depois que o COI assumiu o caso e tratará do assunto na entrevista coletiva diária desta segunda-feira (2).

Ravens Saunders possui um histórico de engajamento social dentro e fora das competições. Ela fala abertamente sobre questões raciais e saúde mental - a atleta já enfrentou a depressão anos atrás.

No sábado (31), ela competiu as qualificatórias do arremesso de peso e posteriormente postou em seu Instagram: "Se você é negro, LGBTQIA+ ou está passando por dificuldades psicológicas, essa é para você!".