PUBLICIDADE
Topo

Ana Sátila garante vaga na semifinal da canoagem C1

Ana Satila em ação pelo Brasil nas Olimpíadas de Tóquio - Stoyan Nenov/Reuters
Ana Satila em ação pelo Brasil nas Olimpíadas de Tóquio Imagem: Stoyan Nenov/Reuters

Colaboração para o UOL, em São Paulo

28/07/2021 03h30

A brasileira Ana Sátila voltou a competir pela Canoagem Slalom nesta quarta-feira (28). Desta vez na categoria C1, a medalhista de bronze no mundial de 2017 garantiu a presença entre as 18 primeiras colocadas e conseguiu avançar para as semifinais da modalidade.

Na primeira descida, Ana fez 120.56, com quatro penalidades. Este resultado a deixou em 11º no geral. Na segunda descida, ela já competiu classificada por conta dos resultados das demais adversárias. Mesmo assim, melhorou seu tempo e marcou 109.90, finalizando com a quarta melhor marca do dia.

A semifinal da competição acontecerá na madrugada da quinta-feira (29), às 2h (de Brasília). A grande decisão será algumas horas depois, às 3h45 (de Brasília).

Primeira descida

A brasileira, campeã mundial sub-23, fez a primeira aparição no C1 com tempo de 120.56. Ao todo, ela acumulou quatro penalidades. O resultado a deixou na 11ª colocação do geral. Caso terminasse nesta primeira descida, Ana Sátila já teria conquistado vaga nas semifinais.

Os melhores tempos foram da britânica Mallory Franklin (107.51), da australiana Jessica Fox (109.96) e da tcheca Tereza Fiserova (112.45).

Segunda descida

A segunda descida acabou sendo um "treino de luxo" para a brasileira, que já estava garantida na semifinal. Ela melhorou seu tempo e marcou 109.90, sofrendo apenas uma punição e terminando na quarta posição. A líder foi Mallory Franklin, do Reino Unido, com 103.06.

Eliminação no K1

A brasileira Ana Sátila ficou na 14ª colocação na semifinal da canoagem slalom K1 e acabou fora da modalidade nas Olimpíadas de Tóquio-2020. Apenas as dez melhores se classificam para a decisão da modalidade.

"É muito difícil você chegar tão perto e não conseguir, mas meu objetivo agora é descansar e continuar focada para próxima competição e aprender com o que aconteceu hoje", disse Sátila.