PUBLICIDADE
Topo

Vôlei de praia: Agatha e Duda perdem para dupla chinesa na segunda rodada

24.jul.2021 - Agatha do vôlei de praia faz sua estreia nos jogos olímpicos de Tóquio - John Sibley/Reuters
24.jul.2021 - Agatha do vôlei de praia faz sua estreia nos jogos olímpicos de Tóquio Imagem: John Sibley/Reuters

Colaboração para o UOL, em São Paulo

27/07/2021 10h52

Agatha e Duda entraram em quadra nesta terça-feira (27) desconcentradas e nervosas contra a dupla chinesa formada por Wang e Xia e foram derrotadas por 2 sets a 0 (21/18 e 21/14) em 40 minutos de jogo, onde Fan Wang, de 1,88m, fez toda a diferença, principalmente no bloqueio.

O jogo foi válido pelo Grupo C do vôlei de praia, que está sendo disputado no Parque Shiokaze, de Tóquio. Na estreia, na sexta-feira (23), a dupla brasileira havia vencido a argentina, formada por Gallay e Pereyra, por 2 sets a 0 (21/18 e 21/14). Com o resultado, as brasileiras estão em terceiro lugar no Grupo C, com três pontos, mesma pontuação das canadenses Bansley e Brandie, que venceram um set a mais. Serão elas as adversárias das brasileiras na próxima quinta-feira (29).

As chinesas Wang e Xia lideram a chave com quatro pontos e a dupla argentina está em quarto lugar, com dois.

No vôlei de praia, são 24 duplas divididas em seis grupos de quatro jogando entre si. As duas melhores duplas passam direto às oitavas-de-final. Das que ficarem em terceiro nos grupos, passam duas, de acordo com ranking de desempenho. Das outras quatro de cada grupo saem mais duas duplas. A partir daí, o sistema é em mata-mata.

O jogo

O primeiro set foi bastante equilibrado, com as duplas alternando pontos até o segundo terço da parcial. A partir do momento em que as chinesas fizeram 16 a 14, conseguiram abrir uma vantagem segura, administrada até o fim, com Agatha e Duda errando no ponto final: 21 a 18.

Agatha e Duda voltaram mal para o segundo set e viram as chinesas abrirem 3 a 0 logo de cara. De nada adiantaram as tentativas de alternância das duas, entre rede e fundo de quadra, apesar de terem virado o placar e equilibrado até a metade da parcial. Wang e Xia não perderam o foco e abriram cinco pontos, desestabilizando a dupla brasileira e fechando o jogo com certa facilidade: 21 a 14.

Parceria brasileira vem de 2017

As brasileiras Ágatha e Duda formam a dupla número 1 do mundo hoje, com vitórias na etapa de Cancun do Circuito Mundial e no Major de Gstaad, na Suíça, em 2021. As chinesas, ao contrário, não participaram de competições oficiais neste ano.

A paranaense Ágatha Bednarczuk, de 1,82m, vem do vôlei de quadra e tem 38 anos - 15 anos de diferença para a sergipana Eduarda Santos Lisboa, de 1,80m. Nos Jogos do Rio-216, Ágatha fez dupla com Bárbara Seixas na prata olímpica e venceu Fan Wang e Xinyi Xia, de 1,82m e 24 anos. Essa mesma dupla chinesa foi campeã asiática em 2020.

Depois da prata no Rio-2016, Ágatha passou a fazer dupla com Duda, já focando nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020.

Duda, com 23 anos, considera Ágatha como irmãzona, além de companheira de quadra e "técnica". Foi campeã dos Jogos da Juventude de Nanquim-2015 (com Ana Patrícia, que também está competindo em Tóquio, com Rebecca) e do Circuito Mundial 2018. Foi considerada a melhor do mundo em 2018 e 2019.