PUBLICIDADE
Topo

Repórter da Globo se emociona e chora ao entrevistar Ítalo Ferreira

[Italo Ferreira campeão olímpico em Tóquio - Ryan Pierse/Getty Images
[Italo Ferreira campeão olímpico em Tóquio Imagem: Ryan Pierse/Getty Images

Colaboração para o UOL, de São Paulo

27/07/2021 04h47

A medalha de ouro de Ítalo Ferreira emocionou os brasileiros que acompanhavam a disputa nesta madrugada e também quem estava trabalhando em Tóquio. O repórter Guilherme Pereira, da TV Globo, não segurou as lágrimas ao entrevistar o novo medalhista, que também estava chorando ao ser entrevistado.

Guilherme começou falando sobre a história de Ítalo, que se emocionou de vez e foi acompanhado pelo repórter. Ele concluiu a pergunta com a voz embargada:

"Como que está a Baía Formosa agora?", perguntou Guilherme, a respeito da cidade de origem de Ítalo, no interior do Rio Grande do Norte.

"Eu queria que minha vó tivesse viva para ver isso, o que eu me tornei", respondeu Ítalo, que também contou que abriria mão da entrega da medalha para dar um abraço em quem torceu por ele.


"Eu nem queria pegar a medalha, eu juro que queria voltar para da um abraço em cada um de vocês que ficaram torcendo, muito grato por tudo. Recebi uma força imensa de todos que estavam acompanhando. Sei que é de madrugada, alguns estão indo trabalhar, outros tiraram folga, mas valeu a pena. Obrigado pela torcida, a gente se vê no Brasil", afirmou o surfista.

No estúdio da Globo, no Rio de Janeiro, a emoção também tomou conta e rendeu piadas do narrador Everaldo Marques. Ele apelidou o momento de "Coruchorão", em referência ao Corujão, sessão de filmes que é tradicionalmente exibido pela emissora neste horário.

Esta é a primeira medalha de ouro do Brasil nos Jogos de Tóquio. Ítalo venceu o japonês Kanoa Igarashi, que havia vencido Gabriel Medina na semifinal. Medina acabou derrotado na disputa do bronze, o que impediu a chance de ter dois brasileiros no primeiro pódio olímpico do surfe.