PUBLICIDADE
Topo

Galvão aposta com comentaristas quantas medalhas Brasil ganhará em Tóquio

Galvão Bueno ao lado de Marcos Uchôa, Daiane dos Santos, Flávio Canto e Fabi na abertura das Olimpíadas - Reprodução/TV Globo
Galvão Bueno ao lado de Marcos Uchôa, Daiane dos Santos, Flávio Canto e Fabi na abertura das Olimpíadas Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

23/07/2021 12h47

Galvão Bueno, narrador da Globo que comandou a transmissão da cerimônia de abertura das Olimpíadas, fez uma aposta, ao lado dos comentaristas da emissora, sobre a quantidade de medalhas que o Brasil vai conquistar nos Jogos. Os palpites foram revelados ao vivo.

"Vou abrir aqui o nosso bolão", começou o narrador. "Esqueçam ouro, prata e bronze. Vamos pensar em número de medalhas."

O primeiro a dar os palpites foi o jornalista Carlos Gil, que está realizando a cobertura em Tóquio. Ele apostou em 21 medalhas. Na sequência, o ex-judoca Flávio Canto deu o seu palpite: 20 medalhas.

A ex-ginasta Daiane dos Santos também fez a sua aposta. A gaúcha acredita em 22 pódios para a delegação brasileira até o último dia do evento.

Curiosamente, o número era o mesmo que Galvão diria a seguir. Citando alguns possíveis medalhistas, ele se classificou como o "maior otimista" da transmissão e mudou sua aposta para 23.

Fabi, ex-jogadora de vôlei, e o repórter Marcos Uchôa foram os últimos a revelarem os palpites. A ex-atleta apontou 20 medalhas, enquanto o jornalista foi o menos otimista da disputa, com palpite de 19 pódios.

Veja algumas reações após a aposta: