Topo

MMA


Com finalizações e "pegadinhas", Time Werdum abre vantagem no TUF Brasil 2

Yan Cabral comemora vitória sobre David Vieira no terceiro episódio do TUF - Reprodução
Yan Cabral comemora vitória sobre David Vieira no terceiro episódio do TUF Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

01/04/2013 00h49

O terceiro episódio do The Ultimate Fighter Brasil (TUF) 2 ficou marcado pela superioridade demonstrada pelo time de Fabricio Werdum sobre a equipe de Rodrigo Minotauro. Thiago Alves e Yan Cabral, ambos treinados pelo lutador gaúcho, venceram seus combates e garantiram vaga nas quartas de final do reality show.

A continuação da série também ficou marcada pelas ?brincadeiras? do time Werdum. Os lutadores comandados pelo gaúcho decidiram fazer uma espécie de trote com os adversários e jogaram todos os colchões do time Nogueira na piscina, o que irritou alguns participantes.

Dentro do octógono, a equipe de Werdum levou a melhor e classificou dois lutadores para a próxima fase. No primeiro combate, que até demonstrou algum equilíbrio, Thiago Alves bateu o lesionado Cleiton Foguete, que sentiu um problema no pé.

No começo, Thiago levou a luta para o chão na metade do primeiro round. O lutador do time Werdum teve larga vantagem com o combate no solo e comandou as ações nos primeiros minutos. Foguete até chegou a levantar no fim da parcial, mas novamente caiu e viu o adversário levar a melhor.

No segundo round a situação permaneceu a mesma. Thiago Alves rapidamente fugiu da trocação e levou a luta para o chão. No controle do combate, ele quase finalizou com uma chave de braço. Mesmo sem a finalização, Thiago venceu por decisão unanime.

Já no segundo combate, Yan Cabral, um dos comandantes na brincadeira imposta pelo time Werdum, finalizou David Vieira.

David adotou uma postura mais ofensiva e rapidamente assumiu o comando das ações. Com um combate baseado no jiu-jitsu, o carioca derrubou Yan no começo do primeiro round. No entanto, a luta ficou equilibrada e o participante do time Werdum conseguiu boas investidas. No fim da primeira parcial, Yan virou para o corner e avisou ter sentido uma lesão na mão, mas não teve o desempenho comprometido.

No segundo round, David tentou levou o combate mais uma vez para o chão e novamente levou a pior. Yan conseguiu retomar o controle e conseguiu a finalização. No entanto nem tudo foi festa para o lutador nascido em Visconde de Mauá. Yan deixou o octógono acusando dores na mão e será submetido a exames para saber se poderá continuar no programa. 

MMA