PUBLICIDADE
Topo

Barcelona

Presidente do Barça dá declaração polêmica sobre Neymar: 'Refém do dinheiro'

Neymar comemora gol, depois anulado, do PSG contra o Troyes, em maio de 2022 - John Berry/Getty Images
Neymar comemora gol, depois anulado, do PSG contra o Troyes, em maio de 2022 Imagem: John Berry/Getty Images

25/05/2022 19h30

Passando por um momento financeiro delicado, o Barcelona não deverá fazer loucuras no mercado, como garantiu o presidente Joan Laporta. Em entrevista ao jornal "L'Esportiu", o dirigente afirmou que gostaria de ter Neymar novamente na equipe catalã, mas que o brasileiro "é refém do PSG".

"Quem não gosta do Neymar? É um jogador excepcional, mas tem mais quatro ou cinco anos de contrato com o PSG. Ele está efetivamente refém do dinheiro. A única maneira de voltar é de graça. Seria irracional pagar uma taxa de transferência para um jogador que você já teve", disse Laporta.

Recentemente, diversos portais afirmaram que Neymar poderia deixar o PSG na próxima temporada com a renovação de Mbappé, mas o brasileiro declarou que pretende seguir na equipe parisiense.

Joan Laporta também comentou sobre a saída de Messi para o Paris Saint-Germain, no início da temporada. Segundo o mandatário, um retorno do argentino ao Camp Nou no futuro dependeria de uma avaliação da comissão técnica.

"Leo (Messi) saiu como saiu. Todos gostaríamos que ele terminasse sua carreira aqui, mas por causa das regras de fair play (da LaLiga) e por causa da oferta do PSG, não foi assim. Se quiser voltar um dia, teria que ser de graça. E a equipe técnica teria que decidir se ele se encaixa no novo projeto ou não", frisou.

Barcelona