PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Senegal vence Egito nos pênaltis e é campeão da Copa Africana de Nações

Mané é o último a cobrar pelo Senegal nos pênaltis - Ayman Aref/picture alliance via Getty Images
Mané é o último a cobrar pelo Senegal nos pênaltis Imagem: Ayman Aref/picture alliance via Getty Images

06/02/2022 18h49

A seleção de Senegal é a grande campeã da Copa Africana de Nações. Neste domingo (6), no Estádio Olembe, os Leões da Teranga venceram o Egito por 4 a 2 nos pênaltis, depois de empate em 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação, e conquistaram o torneio continental pela primeira vez.

Pênalti perdido

Com apenas cinco minutos de partida, o Senegal teve a oportunidade de abrir o placar na capital camaronesa. Ciss foi derrubado por Abdelmonem dentro da área e o juiz marcou pênalti. Na cobrança, Mané bateu forte, mas parou em defesa do goleiro Gabaski.

Grande defesa

A seleção do Egito viu os senegaleses serem melhores na etapa inicial, mas os Faraós também assustaram. Na reta final do primeiro tempo, Mohamed Salah gingou para cima da marcação dentro da área e bateu forte. A bola iria no ângulo, mas o goleiro Mendy fez grande defesa.

O segundo tempo foi de mais intensidade do time de Senegal, assim como a etapa inicial, e o goleiro egípcio Gabaski foi novamente o destaque, evitando que o placar fosse movimentado. A seleção do Egito pressionou menos e não criou tantas chances.
Na prorrogação, o jogo foi equilibrado, com ninguém se expondo muito, mas mesmo assim as duas equipes criaram. Na etapa inicial, Senegal levou mais perigo. No segundo tempo, os egípcios foram os que mais assustaram em busca do gol.

Pênaltis

Nos pênaltis, brilhou a estrela do goleiro Mendy, eleito pela Fifa como o melhor do mundo, que pegou a cobrança de Lasheen para ver Senegal vencer por 4 a 2. Além da defesa, Abdelmonem acertou a trave. Pelos senegaleses, Koulibaly, Diallo, Bamba Dieng e Mané marcaram, enquanto Sarr parou em Gabaski. No Egito, Zizo e Hamdy marcaram.

Com o título, a seleção de Senegal conquista a Copa Africana de Nações pela primeira vez em sua história. Os Leões da Teranga já haviam sido vice em duas oportunidades, em 2002 e 2019. O Egito é o maior campeão, com sete conquistas.

Esporte