PUBLICIDADE
Topo

Sem o tão desejado ponta, veja como Ceni pode escalar o São Paulo

27/01/2022 07h00

Classificação e Jogos

O técnico Rogério Ceni terá o primeiro desafio no São Paulo na temporada diante do Guarani, nesta quinta-feira (27), às 21h30, no Brinco de Ouro da Princesa. Sem o tão desejado atleta de velocidade pela ponta, o treinador estuda como montar a equipe para o começo desse ano.

Em entrevista coletiva concedida na última quarta-feira (26), Ceni falou sobre algumas ideias para o São Paulo. A principal delas está na defesa. Ao contrário do esquema com três defensores, muito utilizado na última temporada, o treinador disse que vai escalar o time com uma linha de quatro defensores.

"Pretendo utilizar a linha de quatro do que três zagueiros. Talvez mude um pouco do 4-2-4, como jogávamos, e pretendo utilizar a forma física dos atletas para compensar contra times que têm mais opções, vamos tentar competir cada vez mais", disse Ceni.

A dúvida principal, no entanto, está no setor ofensivo. Sem muita velocidade nas pontas, Ceni ira compensar isso com a força física dos jogadores disponíveis. Sendo assim, Patrick e Nikão devem ter espaço no time titular diante do Guarani, já que são jogadores com presença ofensiva e bom vigor físico.

Para esta partida, a tendência é que Nikão e Rigoni façam as pontas no ataque, com Patrick vindo pela faixa central do campo, como um meia. Alisson também pode ser utilizado neste setor.

"Por isso jogadores como Alisson, Sara, Patrick, em forma, mas é outro time, numa outra formação. Principal mudança seja tendência maior em linha de quatro", finalizou Rogério.

Ceni já terá três desfalques certos contra o Guarani: o zagueiro Arboleda não joga já que foi convocado para a seleção do Equador, enquanto Luan e Luciano estão lesionados. Um provável time tem: Volpi, Rafinha, Miranda, Léo e Reinaldo; Gabriel, Gabriel Sara e Patrick (Alisson); Nikão, Rigoni e Calleri.