PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Abel assume culpa por 2º tempo ruim do Palmeiras e explica inversão de zagueiros: 'Às vezes sou idiota'

O técnico Abel Ferreira, do Palmeiras, durante treinamento na Academia de Futebol - Cesar Greco/Palmeiras
O técnico Abel Ferreira, do Palmeiras, durante treinamento na Academia de Futebol Imagem: Cesar Greco/Palmeiras

18/09/2021 20h45

O Palmeiras voltou a vencer pelo Brasileirão ao derrotar a Chapecoense por 2 a 0 fora de casa hoje. Apesar do ótimo primeiro tempo, o time diminuiu o ritmo na etapa final e o técnico Abel Ferreira, na entrevista coletiva, admitiu ser o culpado pela queda de desempenho do time.

"Eu sou meio maluco. Sou jovem, gosto de fazer coisas fora da caixa. Eu erro, peco. Às vezes sou idiota. Mas sei o que faço, o que quero. Sei de onde vim, onde estou e onde quero chegar. E os jogadores acreditam em mim", disse Abel Ferreira.

O comandante do Verdão justificou as alterações feitas dizendo que gostaria de ver o time desenvolver um estilo de jogo diferente e reconheceu que a ideia não deu certo:

"No segundo tempo não jogamos bem e a culpa é minha. Sou engenhoca. Queria ver uma dinâmica. Não tivemos a mesma fluidez. Mudei jogadores, posições e sou culpado. Queria ver uma situação e arrisquei. A vida é feita de riscos. Procurei pensar na frente".

Abel Ferreira também aproveitou para falar que o Palmeiras "fez a obrigação" ao ganhar da Chapecoense:

"A nossa obrigação hoje era ganhar e ponto. Somos melhores, não adianta. A Chapecoense está numa posição não muito boa. É uma equipe que tem que melhorar seus processos", finalizou o técnico.

O Palmeiras volta a campo pelo jogo de ida da semifinal da Libertadores contra o Atlético-MG nesta terça-feira às 21h30 no Allianz Parque.

Palmeiras