PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Kenedy é constatado com Covid-19 e tem a chegada para assinar com o Flamengo adiada

16/08/2021 11h20


Um contratempo fará Kenedy adiar o seu retorno ao Brasil para assinar contrato com o Flamengo. O meia-atacante testou positivo para Covid-19, em recente exame realizado em Londres, e precisará ficar em período de quarentena antes de deixar a capital inglesa.

A informação inicial é do canal "Flazoeiro". Kenedy está sem sintomas que preocupam, mas só deve chegar ao Brasil para se juntar ao elenco de Renato Gaúcho na última semana de agosto.

+ Versátil e habilidoso: entenda como Kenedy pode ser importante para o Fla

No fim de semana passado, o Flamengo acertou a contratação de Kenedy por empréstimo de 12 meses, firmado com o Chelsea, a receber R$ 3 milhões (500 mil euros) pelo acordo inicial. O Rubro-Negro tem uma opção de compra estipulada em 10 milhões de euros, aproximadamente R$ 62 milhões, cujo valor pago pelo período emprestado será abatido caso o clube o adquira em definitivo daqui a um ano.

Revelado pelo Fluminense, Kenedy foi contratado pelo Chelsea em 2016 por 10 milhões de dólares. O atleta, no entanto, nunca conseguiu se firmar no clube de Londres e acumula empréstimos no futebol inglês e espanhol. Foi na Espanha, aliás, que o meia desempenhou o melhor futebol desde a chegada à Europa e apresentou credenciais que podem ser importantes para o Flamengo.

No total, somando as passagens por Getafe e Granada, foram 68 partidas, com 10 gols e 10 assistências. Além da habilidade e da velocidade que já chamavam a atenção na época de Fluminense, Kenedy aprimorou a parte física e a finalização de longa distância. Também se tornou mais aplicado na parte tática e desempenhou papéis defensivos nas últimas temporadas. Apesar da preferência por atuar no lado direito, Kenedy é considerado um atleta versátil e também pode ser utilizado aberto pela esquerda.

+ Veja a tabela do Brasileiro e os próximos jogos do Flamengo

Vale lembrar que Kenedy sempre demonstrou vontade em defender o Flamengo e, inclusive, chegou a treinar no Ninho do Urubu em maio deste ano, conhecendo a estrutura.

Futebol