PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Wellington Paulista faz dois e Fortaleza vira sobre o CRB na Copa do Brasil

29/07/2021 18h30


Jogando na Arena Castelão frente ao CRB na abertura da série pelas oitavas de final da Copa do Brasil, o Fortaleza saiu atrás no placar, mas contou com a eficiência de Wellington Paulista em cobranças de pênalti para virar o marcador e dar vantagem parcial ao Leão do Pici na eliminatória.

>Todos os confrontos das oitavas de final na Copa do Brasil

SEQUÊNCIA DE FORTES EMOÇÕES

Em partida que teve seus primeiros minutos de forte marcação por ambas as partes, o Fortaleza teve dois bons momentos de perigo quando David caiu na grande área e o Árbitro de Vídeo solicitou a revisão à beira de campo para uma possível penalidade. Infração essa que, além de não ser marcada em campo, tampouco foi assinalado após Paulo Roberto Alves Junior rever no monitor. Porém, logo no ataque seguinte, o Tricolor do Pici chegou muito bem tocando rapidamente onde, no cruzamento rasteiro de Yago Pikachu, David ia ficando frente a frente com Diogo Silva na pequena área não fosse o corte providencial de Reginaldo mandando para escanteio.

GALO ACUADO, MAS NÃO MORTO!

Depois de aproveitar um erro na saída de bola do Fortaleza ainda nas primeiras ações de jogo, o CRB foi praticamente "forçado" a compactar suas linhas dentro do próprio campo frente a tamanho volume de marcação e iniciativa de atuar ofensivamente do seu adversário. Porém, dentro dessa realidade, foi o Regatiano que se aproveitou melhor de uma oportunidade criada onde Gum fez o lançamento em cobrança de falta rápida para Nicolas Careca. O atacante dominou, bateu forte de pé direito para vencer Marcelo Boeck e teve a comemoração inicialmente interrompida pela marcação de impedimento, mas a revisão demonstrou que ele tinha condições e o tento na Arena Castelão foi validado.

CADA UM NA SUA

Se a proposta do Galo da Praia já parecia clara em resistir ao ímpeto adversário e sair para o ataque somente quando reunisse condições ideais de espaço na retomada da posse, depois de sair na frente do marcador o time visitante reforçou essa ideia desde o início do tempo complementar. Nessa proposta, Diego Torres teve excelente chance de ampliar o marcador após jogada individual de Nicolas Careca, mas, livre de marcação e com espaço para definir pegou embaixo da bola e isolou.

Com isso, o Leão se via ainda mais impelido a persistir na tentativa de envolver a defesa alagoana com a transição rápida para o ataque usando triangulações e muita mobilidade. Situação essa que, nas melhores oportunidades em chutes de Romarinho, David e Lucas Crispim, tiveram como grande obstáculo a destacada atuação de Diogo Silva.

A FORÇA DO ARTILHEIRO

Em lance envolvendo duas figuras com rodagem no futebol brasileiro, Wellington Paulista recebeu dentro da área e, antes de fazer o giro para bater, caiu após choque com Gum onde a arbitragem marcou penalidade para os anfitriões. Na batida, o centroavante não deu qualquer possibilidade de defesa para Diogo Silva ao bater forte e bem próximo ao ângulo esquerdo do arqueiro do CRB. Tudo igual na capital cearense.

Seis minutos depois, um chute de Yago Pikachu que ia em direção ao gol foi desviado por Wesley com a mão dentro da área onde, chamado pela equipe do VAR, o árbitro marcou novo pênalti para o Fortaleza. De novo Wellington Paulista foi para a marca da cal e, chutando rasteiro no canto direito, virou a partida para os donos da casa e decretou o triunfo do Tricolor.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA
?FORTALEZA 2 x 1 CRB

Local:
Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Data e hora: 29/07/2021 - 16h30 (de Brasília)
?Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
?Assistentes: Rafael Trombeta e Victor Hugo Imazu dos Santos (ambos PR)
VAR: Adriano Milczvski (PR)
Cartões amarelos: Jackson, Titi, Yago Pikachu, Igor Torres (FOR); Wesley, Ewerton (CRB)
Cartões vermelhos:
?
GOLS: Nicolas Careca (41'/1°T) (0-1), Wellington Paulista (26' e 32'/2°T) (2-1)

FORTALEZA (Técnico: Juan Pablo Vojvoda)

Marcelo Boeck; Tinga, Jackson e Titi; Yago Pikachu, Felipe (Matheus Jussa, aos 45'/2°T), Éderson (Wellington Paulista, aos 19'/2°T), Romarinho (Matheus Vargas, aos 19'/2°T) e Lucas Crispim; Robson (Igor Torres, aos 36'/2°T) e David (Osvaldo, aos 35'/2°T).

CRB (Técnico: Allan Aal)

Diogo Silva; Reginaldo, Gum, Caetano e Guilherme Romão; Marthã, Jean Patrick (Wesley, aos 15'/2°T), Diego Torres (Ewandro, aos 36'/2°T), Renan Bressan (Calyson, aos 36'/2°T) e Erik (Jajá, aos 24'/2°T); Nicolas Careca (Alan James, aos 14'/2°T).

Futebol