PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Alteração na regra: International Board indica mudança na orientação para lances de mão na bola

05/03/2021 18h51


A International Board (IFAB), órgão responsável por determinar as regras do futebol, decidiu alterar novamente as orientações sobre lances de mão na bola. A escolha por mudança da orientação, ocorreu após a 135ª assembleia geral anual, em vIdeoconferência. Assim, a entidade esclareceu, por nota, que optou por essa nova regra, uma vez que a interpretação vem tido problemas durante as partidas de futebol. A partir de julho, portanto, será infração toda vez que a mão ou o braço expandir a área do corpo de forma não natural.

A IFAB, portanto, explicou que a nova regra será conduzida à marcação faltosa, mediante ao movimento elevado da mão de forma desproporcional a naturalidade.

- Considera-se que um jogador tornou seu corpo anormalmente maior quando a posição de sua mão/braço não é uma consequência ou justificável pelo movimento corporal do jogador para aquela situação específica. Por ter sua mão/braço nessa posição, o jogador corre o risco de sua mão/braço ser atingido pela bola e ser penalizado - reiterou a IFAB.

A maior mudança foram em lances de ataque. Antes, qualquer toque da bola na mão, independente da intenção do atleta, era marcada a infração. Entretanto, a partir da implementação da nova regra, os toques anulados vão ser aqueles que ocorrerem direto para o gol ou imediatamente antes das finalizações.

No documento disponibilizado, a entidade exemplifica que quando o jogador colocar a mão/ braço na bola, e nas situações em que esse toque proporcionar seu corpo anormalmente maior, continuará sendo falta.

Além disso, em lances de ataque, a nova regra propõe a seguinte ação da arbitragem: uma vez que a bola for diretamente da mão/braço para o gol, mesmo que acidentalmente, ou o jogador finalize após a bola tocar sua mão/braço, mesmo que acidentalmente, deve ser marcada a infração.

Embora a mudança comece a ser praticada somente no dia 1º de julho, os campeonatos vão ter liberdade para adotar a orientação fora do prazo - visando atender as diferenças nos calendários.

Outro ponto importante é que a IFAB confirmou que os toques na região abaixo da áxila são válidos, não configurando mão/braço na bola. A mesma medida será adotada nas situações de impedimento.

OUTROS PONTOS DEBATIDOS

Na assembleia, o assunto sobre as substituições em caso de lesões - permitidos desde agosto de 2020 - também foi abordado. De acordo com a IFAB, essa permissão vai continuar até agosto de 2022. Após isso, a entidade deve decidir se a regra vai ser efetivada, ou não.

Outra regra debatida foi a das cinco substituições por equipe a cada jogo. A IFAB, assim, chegou no consenso de que o impacto da pandemia deve seguir sendo observado. Vale ressaltar que essa medida das alterações, entrou - temporariamente - em vigor por conta dos desafios da Covid-19.

Futebol