PUBLICIDADE
Topo

Love brinca com rival, relembra final e descarta pensar em aposentadoria

29/05/2020 15h20

O período da quarentena tem proporcionado diversas lives de jogadores, possibilitando que o torcedor possa interagir com eles mesmo sem os jogos. Com os atletas do Corinthians não é diferente, e na última quinta-feira foi a vez de Vagner Love, por meio de um bate-papo com sua assessoria de imprensa, falar um pouco de sua carreira e de seu atual momento no futebol brasileiro.

Um dos assuntos abordados foi a final do Campeonato Paulista de 2019, em que o Timão bateu o São Paulo por 2 a 1, na Arena, pelo segundo jogo da decisão. E o gol do título veio justamente dos pés de Love, a poucos segundos do término do tempo regulamentar, quando o duelo parecia caminhar para as penalidades. E não teve jeito, os corintianos, mais uma vez, bateram os rivais, como o próprio atacante fez questão de brincar com os são-paulinos.

- Final do Paulista do ano passado, aos 44 do segundo tempo, recebendo essa linda assistência do meu parceirinho Sornoza, e aí nós calamos mais uma vez os são-paulinos, não tem jeito, desculpa os são-paulinos, mas não tem jeito.

Love também revelou que teve uma profecia sobre aquele gol decisivo, mas que comentou apenas com algumas pessoas mais próximas no Corinthians. Ele, de alguma forma, sabia que sairia do banco para ser crucial na conquista do estadual, seu segundo título com a camisa alvinegra.

- É uma adrenalina ali do jogo, única coisa que o centroavante pensa é em como fazer o gol. Nesse jogo, pensei que iria entrar para decidir, mas é algo que você não sai espalhando para todo mundo. É algo particular. Acontece com muitos jogadores. Comentei com três ou quatro funcionários do CT com os quais tenho mais afinidade que não iria começar jogando, mas entraria para decidir. Papai do céu me abençoou com mais um título na carreira.

No dia 11 de junho, Vagner completa 36 anos de idade, mas se engana quem acha que ele já pensando em aposentadoria, pelo contrário. Após a primeira passagem pelo Timão, em 2015, ele passou a se cuidar mais, o que o fez prolongar sua carreira em alto nível. Sendo assim, o atacante diz que só vai pensar em parar quando seu corpo não mais responder dentro de campo.

- Por alguns jogadores que eu conheço que já se aposentaram, e com idade para ainda jogar, acredito que esses caras poderiam estar jogando, mas eu comecei a me cuidar, principalmente na época que eu cheguei no Corinthians, em 2015. Foi quando eu comecei a me conscientizar que eu tinha que me cuidar mais, ter boa alimentação, ter a rotina de treino, e isso está prolongando a minha vida dentro do futebol, então eu quero continuar, não estou preparado para parar, não quero parar. A partir do momento que meu corpo não obedecer, aí sim, mas enquanto meu corpo estiver respondendo a todos os quesitos não penso de maneira nenhuma em parar - concluiu.

Vagner Love está em sua segunda passagem pelo Corinthians, desde 2019, quando retornou do futebol turco, onde atuava pelo Besiktas. Na primeira, no ano de 2015, foi campeão brasileiro e deixou o clube ao final da temporada, rumo ao Monaco, da França. Até aqui são 116 jogos oficiais pelo Timão e 28 gols marcados. Seu contrato termina em dezembro de 2020.

Futebol