PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Palmeiras se reúne com Luxemburgo neste domingo para acertar contrato

15/12/2019 18h04

O Palmeiras trabalha com a ideia de anunciar seu novo técnico ainda neste domingo, e já marcou uma reunião para esta noite com Vanderlei Luxemburgo. A convite do clube, o técnico, que estava em Tocantins, desembarcou em São Paulo à tarde para conversar pessoalmente sobre a proposta do Verdão. Deve ser acertado contrato até dezembro de 2021.

Dirigentes do Verdão entraram em contato com os representantes do técnico assim que encerraram as negociações com Jorge Sampaoli, na tarde de sábado. O clube tem pressa para definir um comandante e avançou nas conversas a ponto de solicitar a presença do técnico neste domingo.

Os principais aliados do presidente Mauricio Galiotte entendem que o treinador, que se desligou definitivamente do Vasco na sexta-feira, é o nome ideal no mercado para comandar a reformulação do elenco, visando um estilo ofensivo. O mandatário quer que o treinador acerte até o fim de sua gestão.

Membros da alta cúpula do clube veem em Luxemburgo a capacidade de fazer o time jogar para frente e com coragem, independentemente de seus últimos trabalhos. Diante da qualidade do elenco, o técnico, que já foi bicampeão brasileiro (1993 e 1994) e tetracampeão estadual (1993, 1994, 1996 e 2008) em quatro passagens pelo clube, é apontado como alguém em condição de colocar dentro de campo todo o seu potencial que se enxerga no plantel.

Miguel Ángel Ramírez chegou a ser cotado, mas tem contrato com o Independiente Del Valle e o clube equatoriano já avisou publicamente que só o libera sob pagamento de multa rescisória. Além disso, Luxemburgo conhece o futebol brasileiro e o clube, sem necessitar de qualquer adaptação, e, na sexta-feira que encerrou as negociações com o Vasco, seu clube em 2019.

O Palmeiras tem pressa na definição de um novo comandante. O elenco deve se reapresentar em 6 de janeiro e há uma ideia de reformulação que não consegue ser colocada efetivamente em prática enquanto não há um técnico - o cargo de diretor de futebol, vago desde a demissão de Alexandre Mattos, no dia 1, foi preenchido por Anderson Barros somente na última quarta-feira.

Futebol