PUBLICIDADE
Topo

Diniz diz que compra de Volpi será a principal contratação do São Paulo

Tiago Volpi, durante treino do São Paulo - Marcello Zambrana/AGIF
Tiago Volpi, durante treino do São Paulo Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

12/12/2019 16h48

O elenco do São Paulo está de férias, mas enquanto isso o técnico Fernando Diniz está utilizando esses primeiros dias de descanso para aprender. Isso porque participa do curso de treinadores da CBF, na Granja Comary e lá concedeu entrevista coletiva, falando da importância da permanência de Volpi, da qualidade de Antony, da situação de Pato e da contribuição de Daniel Alves.

Diniz está no curso em busca de tirar a licença A da CBF e entre as aulas falou com a imprensa na Granja. Entre os assunto, o comandante destacou o quanto é essencial a compra de Tiago Volpi, que ele considera a maior contratação da do clube para a temporada 2020. Ele elenco as qualidades do goleiro.

"Já falei muitas vezes, acho que a principal contratação do São Paulo para a temporada é a permanência de Tiago Volpi, é um goleiro muito especial, e um líder muito especial também, não é só como ele agarra, mas maneira que ele se dedica, é um jogado muito intenso que trabalha forte todos os dias e isso acaba sendo exemplo para todos os jogadores do elenco", declarou.

Outro jogador que Diniz fez questão de valorizar foi Antony, que tem grandes possibilidades de ser negociado nesta janela de transferências para fora do país, mais especificamente para Alemanha, onde RB Leipzig e Borussia Dortmund têm interesse no jogador. O técnico espera que o jovem possa ficar, apesar de saber que o Tricolor tem a necessidade de vender atletas.

"Se dependesse só do treinador, os grandes jogadores nunca sairiam, mas os clubes tem as necessidades financeiras que tem, e a gente não consegue realizar só as nossas vontades. O Antony foi um jogador muito decisivo desde a minha chegada no São Paulo e a gente gostaria de contar com ele por muito tempo ainda, não sei se isso é possível", comentou.

Diniz também falou sobre Alexandre Pato, que perdeu espaço no time terminou a temporada ficando seis jogos sem entrar em campo, aguardando chances no banco de reservas. A última vez que o atacante atuou foi no dia 7 de novembro, na derrota por 2 a 0 para o Fluminense. O comandante, porém, negou qualquer problema com o atleta e quer tirar o máximo dele em 2020.

"O Pato é uma reflexão que eu tenho que fazer e que eu faço desde o começo, eu achei ele um super talento, e uma pessoa muito boa, muito generosa, não tive nenhum tipo de problema, pelo contrário, nossa relação é muito boa. Ele está no São Paulo e nós vamos fazer tudo para tirar o melhor do Pato para poder ajudar o time", avisou.

Por fim, Diniz fez uma avaliação da contribuição de Daniel Alves para o São Paulo nesses primeiros meses de clube. Para o técnico, o camisa 10 é essencial para o funcionamento coletivo do time, e ajudou demais na classificação para a fase de grupos da Copa Libertadores, além de ser um apoio aos mais novos do elenco e um dos jogadores que mais se dedicam no dia a dia.

"O Daniel Alves foi contratado para fazer o que ele sempre fez, é um jogador coletivo, e ajudou muito o São Paulo nesse objetivo, que não era o objetivo principal da instituição, que era o título, porque o São Paulo sempre almeja ser campeão, mas o outro objetivo era a Libertadores, e o Daniel foi de suma importância nisso, jogou bem muitas partidas. É um jogador coletivo, ele não é o Cristiano Ronaldo, o Neymar, que vai fazer três ou quatro gols por jogo. Então ele fez muitas partidas boas e ajuda muito. É um jogador que está sempre disponível, é um dos que jogadores que mais treinam, apesar da idade, está sempre se cuidando, e ajudando todos do elenco, em especial os mais jovens", conclui Fernando Diniz.

O São Paulo se reapresenta em 6 de janeiro, no CT da Barra Funda, no dia seguinte parte para o CT de Cotia, onde o grupo deve ficar por cerca de dez dias para se preparar durante a pré-temporada. A estreia do clube no Paulistão será em 22 de janeiro, contra o Água Santa, no Morumbi.

São Paulo