Topo

Renovado, goleador e dono do vestiário, Reinaldo faz 200º jogo

Reinaldo comemora gol do São Paulo em vitória no clássico contra o Corinthians - Marcello Zambrana/AGIF
Reinaldo comemora gol do São Paulo em vitória no clássico contra o Corinthians Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

16/10/2019 07h00

A partida contra o Cruzeiro, às 21h desta quarta-feira, no Mineirão, será a 200ª de Reinaldo com a camisa do São Paulo. O lateral-esquerdo de 30 anos, autor do gol da vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians no último domingo, certamente vive seu melhor momento desde que chegou ao clube, em 2013.

Nessa terça-feira, ele recebeu aumento salarial e ampliou seu contrato até dezembro de 2021, com possibilidade de renovação até dezembro de 2022 a depender de metas pré-estipuladas - o vínculo anterior se encerraria no fim de 2020. A diretoria decidiu valorizá-lo após recusar uma proposta do Al-Ahli, da Arábia Saudita, em agosto, por considerá-lo uma peça importante do time titular.

Nem parece o mesmo Reinaldo que sofreu tanto com críticas da arquibancada que precisou respirar novos ares em 2016 e 2017, quando foi emprestado à Ponte Preta e à Chapecoense, respectivamente.

Os números comprovam a evolução: essa é a temporada mais artilheira do jogador pelo Tricolor, com seis gols marcados até o momento (só um a menos que Pablo, o maior goleador do elenco em 2019). Ele havia marcado dois gols em 2013, nenhum em 2014, um em 2015 e três em 2018.

Reinaldo também o jogador de linha que mais entrou em campo pelo São Paulo no ano: participou de 44 dos 49 jogos do time. No plantel, apenas o goleiro Tiago Volpi, que atuou em 48 jogos, foi mais utilizado que ele.

Além de estar jogando bem, Reinaldo desfruta de um ótimo ambiente no CT da Barra Funda. Ele é muito querido por jogadores e funcionários do clube, tanto que divide a responsabilidade de usar a braçadeira de capitão com Hernanes e Daniel Alves. O vídeo de bastidores do Majestoso do fim de semana mostra que o jogador, responsável pela trilha sonora pré-jogo, é o "dono do vestiário".

São Paulo