Topo

Futebol


Após Reinaldo, São Paulo foca em renovações de Volpi e Igor Vinícius

16/10/2019 11h07

Depois de recusar uma proposta do Al-Hilal (SAU) e renovar o contrato de Reinaldo até dezembro de 2021, a diretoria do São Paulo agora volta suas atenções para o goleiro Tiago Volpi e o lateral-direito Igor Vinícius. Os dois fazem parte dos planos para o ano que vem, mas ainda não têm a permanência assegurada.

Ambos estão no Tricolor por empréstimo até dezembro deste ano e precisam ser comprados. Para assinar um vínculo definitivo com Tiago Volpi, será preciso pagar 5 milhões de dólares (R$ 20 milhões) ao Querétaro (MÉX). A vantagem é que não será preciso renegociar salários com o goleiro, já que os vencimentos dele em uma possível renovação já estão acordados há tempos. A cláusula de Igor Vinícius, que pertence ao Ituano, é mais "modesta": R$ 1 milhão.

O São Paulo passa por dificuldades financeiras, mas acredita que esses investimentos caberão no orçamento de 2020. Um dos motivos é que, ao contrário deste ano, quando reformulou o elenco e contratou diversos jogadores caros - gastando mais que o previsto, inclusive -, a ideia do clube é fazer poucas aquisições para o ano que vem. Até porque não será possível aumentar muito a folha salarial, que já está alta e será inflada com aumentos já previstos para Pato e Daniel Alves, por exemplo.

Habituado a fazer mudanças severas no plantel nas últimas temporadas, inclusive com os campeonatos em andamento, o Tricolor tenta se planejar para que a maior parte do grupo atual esteja no clube em 2020. Os dois únicos jogadores que ficam sem contrato ao término deste ano são justamente Volpi e Igor Vinícius. Os outros todos estão vinculados pelo menos até dezembro do ano que vem.

O planejamento de não perder jogadores considerados importantes já tem sido posto em prática nos últimos meses. O São Paulo renovou neste ano os vínculos de Antony, Bruno Alves e Reinaldo, três dos seus destaques que vinham sendo assediados. Os jovens Walce, Luan, Igor Gomes e Liziero também foram valorizados do fim do ano passado para cá.

Futebol