Topo

Futebol


Condenado por estupro, Robinho desfalca o Istanbul por temer prisão

Robinho não está suspenso nem lesionado e treinou a semana inteira, mas não viajou com os outros atletas - Divulgação/Sivasspor
Robinho não está suspenso nem lesionado e treinou a semana inteira, mas não viajou com os outros atletas Imagem: Divulgação/Sivasspor

19/09/2019 10h56

Condenado pela justiça italiana por participação em estupro coletivo, em 2013, Robinho vai ser um dos desfalques do Istanbul Basaksehir, nesta quinta-feira, contra a Roma, pela Liga Europa.

Como a partida vai ser realizada na Itália, o brasileiro temeria o risco de ser preso, segundo aponta o jornal espanhol 'As'.

Ainda de acordo com a publicação, o treinador do Istanbul, Okan Buruk, não deu nenhuma razão para a ausência de Robinho.

O jogador treinou normalmente durante toda a semana e atuou por 45 minutos na última partida da equipe. Robinho também não está suspenso ou lesionado. O atleta e o clube preferiram não arriscar.

O caso

O episódio pelo qual Robinho foi condenado ocorreu em 22 de janeiro de 2013. O jogador e mais cinco homens foram acusados de abusar sexualmente, na saída de uma boate, de uma mulher de 22 anos. Em 2017, Robinho foi condenado a nove anos de prisão, apesar de afirmar que não teve "nenhuma participação" no estupro.

Panorama

O Istanbul Basaksehir enfrenta a Roma, nesta quinta-feira, às 16h, na capital italiana, em jogo válido pelo Grupo J, que também conta com o Borussia Monchengladbach e o AC Wolfsberger.

Mais Futebol