Topo

'Patinho bonito', Arão comenta estilo de Jesus: 'Fala bastante comigo'

Willian Arão foi elogiado pelo técnico Jorge Jesus após a vitória do Flamengo sobre o Goiás - ALEX FARIAS/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Willian Arão foi elogiado pelo técnico Jorge Jesus após a vitória do Flamengo sobre o Goiás Imagem: ALEX FARIAS/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

16/07/2019 14h58

Titular do técnico Jorge Jesus nos dois últimos jogos do Flamengo, Willian Arão foi chamado de "patinho bonito" pelo português, que foi questionado, após a vitória sobre o Goiás, a respeito da titularidade do camisa 5 em detrimento ao xodó da torcida Cuéllar.

Nesta terça-feira, véspera do jogo contra o Athletico-PR, pela volta das quartas de final da Copa do Brasil, Arão concedeu entrevista coletiva e falou sobre a brincadeira envolvendo o apelido dado por Jesus.

"Eu não sabia disso (ser chamado de "patinho bonito"). Fui almoçar e um amigo comentou. Não penso dessa forma. Ele tem pegado no meu pé, mas fala coisas boas também. Ele cobra a todos e eu tento assimilar", disse o volante, completando sobre o estilo de Jorge Jesus:

"Ele pega forte com todo mundo, mas talvez tenha ficado mais evidente comigo. Ele traz coisas novas, um modo de ver diferente. Nós tentamos nos adaptar da melhor maneira possível. Ele fala bastante comigo".

Willian Arão também alertou para os desafios diante do Furacão, em duelo que iniciará às 21h30 (de Brasília) desta quarta-feira, no Maracanã. O atleta de 27 anos também deu a sua resposta acerca da concorrência com Cuéllar e o fato de ter sido utilizado como primeiro volante diante do Esmeraldino.

"Não é novidade para mim. Joguei a carreira toda assim, comecei assim. Pressão que eu tenho é de fazer o meu melhor a cada jogo, fazer o que o time espera. Tento fazer o meu. Sou humano. Nem sempre vou jogar bem, cumprir todas as funções, como todo mundo. Se eu estou jogando, teoricamente o lugar é meu".

Não há vantagem do empate para qualquer um dos lados, uma vez que, na ida, os clubes rubro-negros ficaram no 1 a 1, em Curitiba.

Flamengo