PUBLICIDADE
Topo

Com pintura de brasileiro, Leipzig vence Leverkusen fora de casa

Em um grande jogo, o Leipzig venceu o Bayer Leverkusen, neste sábado, de virada, por 4 a 2. A partida ficou marcada pelo belíssimo gol de Matheus Cunha, para os visitantes, já no final da partida. Timo Werner, Sabitzer e Forsberg (em pênalti duvidoso) completaram a virada. Uma das grandes promessas do futebol alemão, Kai Havertz marca os dois gols da equipe da casa na partida.

NA BOLA PARADA

O Leipzig começou bem, com Timo Werner sempre incomodando. O Leverkusen, porém, em uma de suas primeiras chegadas ao ataque sofreu um pênalti. A jovem revelação Kai Havertz bateu com extrema categoria para abrir o placar e marcar seu 11º gol na competição. A equipe visitante, porém, empatou minutos depois e também na bola parada, com Sabitzer, de falta.

MAIS UM DELE

?Aos 19 anos, Havertz chama atenção pelo futebol vistoso e maduro. Foi dele o segundo gol do Leverkusen. O meia recebeu dentro da área e acertou um belíssimo chute, de primeira, sem chances para Gulacsi. A bola ainda tocou na trave. O jovem alemão é o único jogador nascido em 1999 a marcar 11 gols na temporada, nas cinco principais ligas europeias.

WERNER

Timo Werner já deixou de ser uma revelação e, cada vez mais, se estabelece como protagonista no futebol alemão. No segundo tempo, não foi diferente. O atacante recebeu na esquerda e bateu cruzado, eficaz, para empatar a partida e recolar o Leipzig na partida.

PINTURA

O Leipzig estava melhor em campo, mas a atuação do juiz foi definitiva. O árbitro entendeu que foi pênalti, após bola na mão dentro da área. Os visitantes tinham a oportunidade de ficar na frente e Forsberg não desperdiçou. No fim, Matheus Cunha entrou em campo e fez um lindo gol: o brasileiro girou para cima do zagueiro, bateu de cobertura e deu números finais.

Futebol