PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Representante de La Liga minimiza impacto das saídas de CR7 e Messi: "Dimensão dos clubes é maior"

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

18/01/2022 06h00

No início da atual temporada, Lionel Messi não teve seu contrato renovado com o Barcelona e deixou o clube após 16 anos. Em 2018, Cristiano Ronaldo saiu do Real Madrid após quase uma década. Dois jogadores históricos nos respectivos times que rumaram a outra liga recentemente.

Daniel Alonso Duarte, delegado de La Liga no Brasil, minimizou o impacto das saídas do argentino e do português que por tanto tempo foram protagonistas do Campeonato Espanhol.

"Os clubes e o campeonato estão a cima dos jogadores. Parece uma frase feita, mas é a realidade. Olha a história de La Liga, jogadores brasileiros mega craques que passaram por La Liga, Romário, Rivaldo, Ronaldinho Gaúcho, Bebeto, Daniel Alves, Neymar, foram saindo, por diferentes motivos. Mas o campeonato continuou sendo assistido. Sempre continua sendo acompanhado, porque a dimensão dos clubes é muito maior que a dos jogadores. Também são jogadores gigantes. Ronaldo Fenômeno, tem alguêm maior? Ele saiu e o Barça continuou sendo o Barça", disse.

Daniel Alonso Duarte explicou que mesmo após a saída de Cristiano Ronaldo do Real Madrid, as audiências mundiais de La Liga aumentaram e que, após a saída de Messi, o Barcelona perdeu um pouco da visibilidade, mas que a tendência é recuperar.

"O que aconteceu com a saída do Cristiano Ronaldo? As nossas audiências mundiais não só se mantiveram, como cresceram, os contratos audiovisuais cresceram também, e no Brasil não foi diferente", afirmou.

"O Messi acabou saindo. Por enquanto, é verdade que o Barcelona não é só saída do Messi, o Barcelona está numa fase de transição. O Messi é um dos maiores da história, é normal que desça agora um pouco. Normalmente a memória do torcedor é curta, é mais a atualidade. Se o Ansu Fati pegar essa camisa 10 que ele pegou e bombar, o ídolo vai ser o Ansu Fati. Essa é um pouco a lógica do torcedor", completou.

Por fim, Daniel destacou que ficam "muito tranquilo" com as saídas, já que vinham se preparando para manter a estabilidade das audiências.

"A gente fica muito tranquilo porque vínhamos fazendo um trabalho para que a saída desses craques, a gente tivesse um produto audiovisual de qualidade e que permitisse manter a estabilidade das audiências mesmo sem os maiores craques da última década", destacou.

Na atual temporada, Vinicius Jr. e Benzema vem sendo os grandes destaque do Campeonato Espanhol. O brasileiro marcou 12 gols e deu cinco assistências em 20 jogos, enquanto o francês anotou 20 tentos e serviu seus companheiros sete vezes, também em 20 partidas.

Futebol