PUBLICIDADE
Topo

São Paulo se despede do Morumbi com torcida como protagonista

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

07/12/2021 07h00

A torcida do São Paulo foi o grande destaque na luta do time contra o rebaixamento no Brasileirão. Enchendo o Morumbi a cada jogo da equipe, os tricolores não só foram fundamentais para a permanência na Série A, mas também para proporcionar ao clube a terceira melhor média de público da competição.

Nesta segunda-feira, na vitória por 3 a 1 sobre o Juventude, por exemplo, 40.442 torcedores compareceram ao Morumbi para ver Luciano, Calleri e companhia acabarem com o risco de queda para a Segundona. No total, 225.908 estiveram no estádio tricolor nos oito jogos que o clube fez como mandante.

Vale lembrar que nas primeiras partidas com torcida, o Morumbi não contou com 100% de capacidade de público. A partir do momento que não houve mais restrições em relação ao contingente de torcedores nos estádios, o São Paulo teve em todas as suas partidas mais de 35 mil torcedores.

"A torcida foi o combustível desse time, nós conseguimos vencer cinco de 12 jogos. Quatro foram com eles [torcedores] aqui. Teve a derrota contra o Flamengo, não tivemos jogo. Mesmo com aquele vexame que passamos, o torcedor não desistiu do clube. Somos muito gratos aos torcedores que vieram nos apoiar em todos os jogos. Eles foram o combustível pra que o ânimo do time estivesse em alta", disse o técnico Rogério Ceni.

"Sou muito grato a todo torcedor são-paulino, sempre me recebeu super bem. A torcida foi exemplar nesses últimos jogos, 40 mil torcedores por jogo", completou.

O maior público do São Paulo em 2021 foi contra o Flamengo: 47.855 torcedores foram ao Morumbi ver a goleada por 4 a 0 sofrida contra o rival rubro-negro. Contra o Athletico-PR , 43.391 são-paulinos estiveram presentes nas arquibancadas. 35.679 tricolores acompanharam a vitória sobre o Sport por 2 a 0 e, nesta segunda-feira, contra o Juventude, 40.442 pessoas viram o time se safar do rebaixamento.

Com 225.908 torcedores nas arquibancadas nos oito jogos do São Paulo como mandante neste Brasileirão, a diretoria contabilizou R$ 8.459.559,00 de renda bruta, figurando como quarto clube que mais faturou com essa fonte de receita no campeonato, atrás apenas de Atlético-MG, Corinthians e Palmeiras.