PUBLICIDADE
Topo

Santos

Marinho vive no Santos seu maior jejum de gols desde 2015

Marinho tenta jogada durante Atlético-MG x Santos pelo Brasileirão - Fernando Moreno/AGIF
Marinho tenta jogada durante Atlético-MG x Santos pelo Brasileirão Imagem: Fernando Moreno/AGIF

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

20/10/2021 08h00

Classificação e Jogos

Marinho vive no Santos o maior jejum de gols da sua carreira desde 2015.

A maior "seca" anterior foi entre 29 de julho de 2014, ainda pelo Náutico, e 10 de março de 2015, já pelo Ceará. Foram 23 jogos sem balançar as redes.

No Peixe, o camisa 11 não marca há 13 partidas. E ele foi titular em 12 delas, totalizando mais de mil minutos sem um gol sequer.

O último de Marinho foi em 10 de julho, na derrota por 3 a 2 sobre o Palmeiras. Nesta temporada, são sete gols em 34 jogos (média de 0,2 por partida). Em 2020/21, fez 24 em 43 compromissos (média de 0,55).

A má fase de Marinho persiste e tem influência direta no desempenho ofensivo ruim do Santos, o quarto pior ataque do Campeonato Brasileiro com 23 gols em 26 jogos.

O Peixe é o 15º no Brasileirão, com 29 pontos. E Marinho tem apenas quatro gols na competição. O contrato dele termina em dezembro de 2022.

Santos