PUBLICIDADE
Topo

Santos

Altitude é fator para volta de Alison e Marinho ao Santos na Libertadores

Retorno de Marinho pode acontecer no próximo jogo pela Libertadores - Ivan Storti/Santos FC
Retorno de Marinho pode acontecer no próximo jogo pela Libertadores Imagem: Ivan Storti/Santos FC

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

13/05/2021 08h00

Classificação e Jogos

O Santos espera ter Alison e Marinho para enfrentar o The Strongest (BOL) na próxima terça-feira, às 19h15 (de Brasília), no Estádio Hernando Siles, pela quinta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores.

O time, porém, está preocupado com a altitude de 3600 metros em La Paz. Se Alison e Marinho não se sentirem 100%, a decisão do técnico Fernando Diniz será de deixá-los no Brasil.

Alison trata de uma sobrecarga no joelho direito e tem menos chance de atuar. Marinho está em fase final de recuperação de lesão de grau 1 na coxa esquerda e deve treinar em campo até sexta.

Se não estiverem à disposição, Vinicius Balieiro e Ângelo devem seguir como titulares.

Logística

O Santos quer diminuir o impacto da altitude de 3600 metros. Em vez de aterrissar com tempo e se aclimatar em La Paz, a ideia é estar perto do palco do jogo no máximo seis horas antes da bola rolar.

Para isso, o time da Vila precisa do ok da Conmebol em função dos protocolos da covid-19 e também da anuência da LATAM, empresa responsável pelo voo fretado. Se a confederação e a companhia aprovarem, essa será a logística.

O Santos vai para Santa Cruz de La Sierra no domingo. A cidade boliviana fica apenas 400 metros acima do nível do mar. Se tudo certo, o Santos voa para La Paz perto da partida para sentir menos o efeito da altitude.

Segundo colocado do Grupo C com seis pontos, o Santos precisa vencer o The Strongest para continuar na zona de classificação às oitavas de final da Libertadores.

Santos