Fotos, embaixadinha e desculpas: o encontro de Deyverson com o Flamengo

O reencontro de Deyverson com a torcida do Flamengo no Maracanã foi intenso. Ele tirou fotos, quase bateu um pênalti e deixou o pedido desculpas aos rubro-negros no meio do segundo tempo.

O que aconteceu

Alguns torcedores do Flamengo tiraram fotos com ele após o aquecimento do Cuiabá. O grupo chamou o atacante na saída do time de campo. Ele foi até eles e tirou fotos. Os rubro-negros estavam no Maracanã Mais, setor colado no túnel de entrada dos times em campo.

O atacante ainda ficou fazendo embaixadinhas enquanto esperava a decisão do árbitro no primeiro possível pênalti para o Cuiabá, anulado pelo árbitro. Ele pegou a bola para bater e entregou ao companheiro, que foi sofrer a pressão dos adversários. Quando foi pegar para fazer a cobrança, o juiz mandou voltar.

Na saída de campo, fez pedidos de desculpas aos torcedores. Deyverson foi substituído no segundo tempo e bastante xingado e vaiado. Ele saiu com as mãos para o alto. Logo depois, mostrou a tatuagem na perna com a taça da Libertadores de 2021.

Uma provocação com respeito. Eles me xingaram, falaram um monte de coisa. Eu saí pedindo desculpa se magoei alguns torcedores. Não quero jamais estar em atrito com torcedor. Torcedor é apaixonado, ama o clube dele. Queria poder ir ao Rio de Janeiro tranquilo, curtir minhas férias, porque tem alguns torcedores que às vezes passam dos limites. Não sabemos o que podem fazer. Sou um ser humano, pai de família, tenho três filhos, uma esposa maravilhosa e isso fica dentro do futebol.

Deyverson

Provocações no Maracanã

A torcida cantou que o Vasco jogaria a Série B. O atacante é declaradamente torcedor da equipe carioca.

Continua após a publicidade

Deyverson também aplaudiu Filipe Luís, que se aposenta ao final do Campeonato Brasileiro. Ao sair de campo, o atacante já tinha dado um abraço no lateral. Na substituição do atleta rubro-negro, foi o primeiro a ficar de pé para exaltar.

Nos minutos finais, ainda ficou conversando com torcedores do Flamengo que estavam atrás do banco de reservas. Na saída de campo, chegou a dar um abraço em Marcos Braz.

O Flamengo é a maior vítima de Deyverson na carreira. São quatro títulos, incluindo o da Libertadores em 2021, pelo Palmeiras.

Um gol histórico que ficou marcado na minha carreira, na vida. Alguns torcedores têm mágoa, mas outros me trataram com carinho

Deyverson

Continua após a publicidade

Canal do Flamengo no WhatsApp

Quer saber tudo o que rola com o Flamengo sem precisar se mexer? Conheça e siga o novo canal do UOL dedicado ao time no WhatsApp.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes