Arsenal supera gol de Matheus Cunha, vence Wolves e segue líder do Inglês

Atuando em casa hoje (2) pela 14ª rodada do Campeonato Inglês, o Arsenal foi rápido para resolver contra o Wolverhampton, venceu por 2 a 1, e se garantiu na liderança da competição.

O que aconteceu

O Arsenal construiu a vitória antes dos 15 minutos de jogo, com gols de Bukayo Saka e Martin Odegaard. No fim do jogo, Matheus Cunha marcou para o Wolverhampton.

A vitória levou o Arsenal aos 33 pontos, quatro a mais que o Manchester City, que ainda entra em campo na rodada, mas não pode alcançar os Gunners.

O Wolverhampton, por sua vez, estacionou nos 15 pontos, e é o 13º colocado. Até o fim da rodada, a equipe pode perder posições.

Curiosidades

Esta foi a quinta vitória consecutiva do Arsenal sobre o Wolverhampton. A equipe londrina não é derrotada pelo adversário desde 2021.

Em seis jogos como titular contra o Wolverhampton, Gabriel Jesus tinha seis gols. Apesar de passar em branco no jogo de hoje, o atacante brasileiro participou dos dois gols da vitória.

Como foi o jogo

Ataque funciona e Arsenal abre vantagem. Os primeiros minutos da partida foram de total domínio dos donos da casa: com os três atacantes se movendo muito e contando com o bom apoio dos meias e dos laterais, o time de Londres incomodou muito o adversário. Nos primeiros 20 minutos, foram dois gols e uma grande defesa de José Sá, que saiu lesionado. Martinelli ainda mandou uma bola na trave na primeira etapa.

Continua após a publicidade

Arsenal diminui o ritmo e jogo fica igual. Administrando a vantagem construída, os anfitriões controlaram a posse de bola, mas cederam mais chances aos Wolves - a principal delas com Matheus Cunha, que parou em grande defesa de Raya. A equipe londrina também teve oportunidades para aumentar, mas no fim da partida acabou punida com um tento dos visitantes.

Gols e lances importantes

1 x 0: Aos 6 minutos, Saka fez boa jogada pela direita, e tocou para Gabriel Jesus, que recebeu, girou sobre a marcação e tocou para Tomiyasu. O lateral devolveu para Saka, que bateu forte, cruzado, para abrir o placar.

2 x 0: Aos 13 minutos, o gol saiu pelo lado esquerdo. Zinchenko tabelou com Gabriel Jesus, recebeu dentro da área e rolou para o meio. Odegaard completou de esquerda, no cantinho.

Na trave! Aos 36 minutos, Saka avançou com liberdade pela direita e inverteu a jogada até Martinelli, que dominou, carregou, invadiu a área e bateu com muita categoria para tirar o goleiro do lance. A bola, caprichosamente, tocou no pé da trave e saiu.

2 x 1: Aos 40 minutos do segundo tempo, Nelson Semedo fez boa jogada e tocou para Matheus Cunha, dentro da área. O brasileiro girou e bateu muito forte, na bochecha da rede, sem chances de defesa para Raya.

Continua após a publicidade

Na trave! No lance seguinte, o Arsenal respondeu. Odegaard carregou pelo meio e deu um lindo passe para Nketiah. Cara a cara com o goleiro, o atacante bateu bem, mas a bola tocou na trave.

FICHA TÉCNICA
Arsenal 2 x 1 Wolverhampton

Competição: 14ª rodada do Campeonato Inglês
Local: Estádio Emirates, em Londres, na Inglaterra
Data e horário: 2 de dezembro de 2023 (sábado), às 12h (de Brasília)
Árbitro: Peter Bankes (ING)
Cartões amarelos: Saliba (ARS); Hwang e Matheus Cunha (WOL)
Gols: Saka, aos 6' e Odegaard, aos 13 minutos do primeiro tempo; Matheus Cunha, aos 40 minutos do segundo tempo.

Arsenal: David Raya; Tomiyasu (Ben White), Saliba, Gabriel Magalhães e Zinchenko; Rice, Odegaard (Jorginho) e Trussardi; Saka (Kiwior), Martinelli (Havertz) e Gabriel Jesus (Nketiah). Técnico: Mikel Arteta.

Wolverhampton: José Sá (Bentley); Kilman, Dawson e Tote Gomes; Nelson Semedo, João Gomes B.Traoré, Doyle (Kalajdzic), Bellegarde (Sarabia) e Hugo Bueno (Doherty); Hwang e Matheus Cunha (Jonny Otto). Técnico: Gary O'Neil.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes