Mourinho lamenta não poder dispensar jogadores na Roma: 'Guardiola pode'

O técnico José Mourinho fez mais uma cobrança pública aos jogadores da Roma.

O que aconteceu

O técnico ficou insatisfeito com o empate da Roma contra o Servette, na Liga Europa. O time de Mourinho abriu o placar, mas cedeu o empate fora de casa e agora está a 2 pontos da liderança do Grupo G, que dá direito a vaga nas oitavas de final.

Mourinho criticou a postura de seus atletas e lamentou ter que "martelar nos mesmos". O português fala constantemente em entrevistas coletivas sobre a falta de investimentos no elenco e seu trabalho com recursos limitados.

O 'Special One' mencionou Guardiola e as maiores possibilidades financeiras de seu colega de profissão. A Roma gastou cerca de 145 milhões de euros em transferências desde a chegada de Mourinho em 2021, aproximadamente 96 milhões a menos em relação ao valor investido pelo City apenas nesta temporada.

O que Mourinho disse

Eu não posso fazer os jogadores pagarem pela má atitude, o único que pode fazer esse tipo de coisa é o Guardiola. Se ele está chateado com um jogador adeus, outro é contratado. Apenas posso continuar a martelar nos mesmos para retirar o melhor deste grupo fantástico que ama a Roma, mas que às vezes se sente na sua zona de conforto. Se algum deles me pedir para jogar mais, eu respondo 'só quando os titulares estiverem mortos' José Mourinho

"Só lamento que não exista uma câmera me filmando no intervalo, nos jogos fora de casa, quando estamos ganhando por 1 a 0. A atitude dos jogadores é superficial quando é preciso dar o próximo passo. Houve jogadores que perderam a sua oportunidade hoje. Aouar? Não só ele. Há uns que dão tudo na Serie A e torcem o nariz a esta competição (Liga Europa)", adicionou o português.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes