Deixou saudade? Pierre ganhou apelido de guerreiro no Palmeiras

Pierre foi um dos principais nomes do Palmeiras entre 2007 e 2011 e ganhou o apelido de "guerreiro" pela raça demonstrada em campo.

Pierre no Palmeiras

Pierre chegou ao Palmeiras em 2007, junto com o técnico Caio Júnior. O volante logo se tornou titular e uma das peças fundamentais para o funcionamento da equipe.

Em 2008, já sob o comando de Luxemburgo, foi campeão paulista com o Verdão, na final contra a Ponte Preta. No ano seguinte, foi considerado um dos melhores meio-campistas do Brasileirão, pelo prêmio "Bola de Prata".

O volante ainda teve um 2010 regular e com 56 jogos disputados, mas perdeu espaço em 2011, quando o time era treinado por Felipão. O jogador passou a sofrer com diversas lesões e acabou negociado com o Atlético-MG.

Pierre deixou o Palmeiras com 199 jogos disputados e cinco gols marcados. Ele conquistou apenas o Paulistão de 2008 como título.

Por onde anda Pierre?

Depois de deixar o Palmeiras, Pierre também se tornou ídolo no Atlético-MG, onde ficou até 2015 e conquistou a Libertadores de 2013.

O volante ainda passou por Fluminense, Athletico-PR e Joinville antes de encerrar a carreira como jogador, em 2018.

Continua após a publicidade

Pierre voltou ao mundo do futebol em 2020, quando decidiu se tornar empresário. Atualmente, ele trabalha para a Dodici Sports.

Em entrevista ao UOL, ele revelou que teve convites para seguir próximo dos gramados, mas optou por atuar na parte de gestão de carreiras.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes