Santos e WTorre assinam contrato pela construção da nova Vila Belmiro

Santos e WTorre assinaram hoje (27) o acordo pela construção da nova Vila Belmiro.

O que aconteceu

Santos e WTorre apararam arestas nos últimos dias e assinaram o MOU (memorando de entendimento).

O Peixe e a construtora não têm mais diferenças para a construção da arena e iniciarão agora o processo de captação para as obras. O estádio será construído onde fica atualmente a Vila Belmiro.

O Santos e a WTorre devem começar a vender cinco mil propriedades, entre cadeiras e camarotes, nas próximas semanas. Esses valores seriam suficientes para o start das obras.

Os trabalhos devem começar no fim deste ano e durar cerca de 24 meses. Neste espaço de tempo, o Peixe precisaria jogar em São Paulo.

Reformulação

Santos e WTorre precisaram rever detalhes do projeto para o investimento caber nos R$ 300 milhões previstos, com concessão de 30 anos.

A necessidade ocorreu principalmente por causa do aumento de insumos da construção civil, como aço e cimento.

O Peixe aceitou alterar a cobertura da arena e a proteção não ocorrerá no gramado, apenas nas arquibancadas. Houve mudança também na área comercial e em detalhes iniciais do projeto e considerados "não decisivos".

Continua após a publicidade

Mais detalhes

A nova casa do Santos terá capacidade para 30.108 pessoas e será dividida em quatro setores: arquibancada, arquibancada superior, Deck Premium e camarotes.

A arquibancada comporta 13.769 em pé e 7.652 sentados. A superior abrange 2.605 torcedores. O Deck Premium terá 3.877 em pé e 1.146 sentados. E a arena terá 80 camarotes.

A área é 71.690,46 m² e deve ter 27 lojas internas e 36 lojas externas, com estacionamento para 576 veículos.

O gramado será sintético, e os shows para até 35 mil pagantes. A Baixada Santista tem poucos espaços para grandes eventos atualmente.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora