PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Reforços do Atlético-MG precisam superar tempo sem jogar antes de estreia

Cristian Pavón durante treinamento na Cidade do Galo  - Pedro Souza/Atlético
Cristian Pavón durante treinamento na Cidade do Galo Imagem: Pedro Souza/Atlético

Lohanna Lima

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte, MG

04/07/2022 04h00

O Atlético-MG anunciou quatro reforços para a sequência da temporada em que o time disputa três competições: o Campeonato Brasileiro, a Libertadores e a Copa do Brasil. A janela de transferências só abrirá no próximo dia 18 e isso será fundamental para a preparação desses jogadores que têm em comum o fato de estarem longe dos gramados há algum tempo, cada um por motivos diferentes.

O zagueiro Jemerson foi o primeiro a ser anunciado pelo Galo. O jogador rescindiu com o Metz no dia 29 de abril. A última partida do atleta pelo clube ocorreu cinco dias antes do rompimento do contrato, no dia 24, contra o Brest, pelo Campeonato Francês.

Depois foi a vez do atacante Alan Kardec ser oficializado. O jogador estava no Shenzhen, da China, e entrou em campo pela última vez no dia 1 de janeiro, diante do Hebei, pela Liga Chinesa. Na ocasião, o Shenzhen venceu por 1 a 0 com gol do Brasileiro. Kardec também saiu do clube por meio de rescisão, mas devido à falta de cumprimento das obrigações por parte da agremiação.

Revelado pelo Corinthians, o atacante Pedrinho vive uma situação atípica. O jogador pertence ao Shakthar Donetsk, da Ucrânia, e não entra em campo desde 11 de dezembro, quando a equipe enfrentou o PFC Oleksandrya, na derrota por 2 a 1, pelo Campeonato Ucraniano. Devido à guerra entre o país e a Rússia, as competições estão suspensas desde fevereiro. O jogador desembarcou no Brasil no dia 01 de março e, desde então, aguardava um desfecho para os eu futuro no futebol.

Já o argentino Pavón enfrentou uma 'geladeira' no Boca Juniors. O jogador não quis renovar com o clube e assinou um pré-contrato com o Atlético em janeiro deste ano. Com isso, ele não foi mais utilizado pelo Boca e nem sequer foi inscrito na Libertadores em que terá de cumprir uma suspensão de seis jogos. Pavón não entra em campo desde dezembro do ano passado, quando o Boca bateu o Central Córdoba por 8 a 1, com dois gols do atacante.

No último sábado (2), após a vitória do Atlético-MG por 2 a 1 contra o Juventude, o técnico Turco Mohamed avisou que os jogadores que chegaram vão precisar estar bem fisicamente e brigar por posição com quem já está no clube.

"Eles têm que estar bem fisicamente e têm que chegar para competir com os jogadores que aqui estão. Demonstrar que querem jogar, ter fome de jogar. Se mostrarem isso, eles vão ter minutos. Eles vêm para competir por um lugar, ninguém tem lugar assegurado. Que sejam bem-vindos ao Atlético, a competir, para se juntarem ao plantel. Por enquanto, só vou me preocupar com quem pode jogar", disse o treinador.

Atlético-MG