PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Cruzeiro pode superar metade dos pontos para acesso com vitória sobre Sport

Edu comemora gol contra o CRB no Mineirão  - Staff Images
Edu comemora gol contra o CRB no Mineirão Imagem: Staff Images

Victor Martins

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte (MG)

26/06/2022 04h00

Classificação e Jogos

Desde que a Série B do Campeonato Brasileiro passou a ser disputada por pontos corridos, em 2006, o número 64 se tornou mágico para que briga pelo acesso. Nas 16 edições já finalizadas, apenas uma vez a pontuação não foi suficiente para subir, foi em 2012, quando o São Caetano terminou na 5ª colocação com 71 pontos. Em 2022, chegar aos 64 pontos será mais do que suficiente, como indicam os aproveitamentos das equipes até o momento. Portanto, com 31 pontos conquistados em 13 rodadas, com mais uma vitória o Cruzeiro pode passar da metade da pontuação necessária para o acesso.

Nesta terça-feira a Raposa recebe o Sport, pela 15ª rodada - o jogo da 14ª rodada, contra o Ituano, foi remarcado para o dia 5 de julho, por causa do confronto com o Fluminense na Copa do Brasil - e o triunfo no Mineirão fará com que o time chegue aos 34 pontos, ainda restando cinco jogos para o fim do primeiro turno da competição.

Além da melhor campanha da Série B, o líder Cruzeiro conta também com o desempenho dentro de casa para conquistar mais uma vitória na Segunda Divisão. Dos 14 jogos disputados como mandante nesta temporada, a Raposa venceu 12 vezes, empatou uma e foi derrotado somente uma vez. Contra o Sport, como aconteceu nas partidas anteriores, o Mineirão estará lotado, afinal quase 40 mil ingressos já foram vendidos para o jogo de terça-feira.

Com 79,5 de aproveitamento na Série B, o Cruzeiro tem o acesso como o grande foco da temporada. Embora ainda esteja na Copa do Brasil, precisa vencer o Fluminense no jogo da volta, marcado para o dia 12, no Mineirão, para pelo menos levar a decisão para a disputa dos pênaltis, o técnico Paulo Pezzolano reforça o discurso sobre qual é a prioridade para 2022: voltar à Série A.

"Sabemos que hoje a Copa do Brasil não é a realidade do Cruzeiro, como falei semana passada. A história do Cruzeiro merece a Copa do Brasil e muito mais. Mas, hoje, não é a realidade", comentou Pezzolano, que tem foco total no acesso.

"Mas vamos tentar valer como mandante na Série B e buscar o acesso. É o que temos na cabeça e não vamos trocar", completou o treinador cruzeirense.

Cruzeiro