PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

VP diz que quer encerrar 'novela' Róger Guedes: 'Ou mostra, ou não mostra'

Róger Guedes durante conversa com Vítor Pereira no CT Joaquim Grava  - Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians
Róger Guedes durante conversa com Vítor Pereira no CT Joaquim Grava Imagem: Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

27/05/2022 14h52

Classificação e Jogos

A relação entre o técnico Vítor Pereira e o atacante Róger Guedes segue conturbada. Hoje (27), no CT Joaquim Grava, o treinador português ativou o 'modo sincerão' ao falar sobre o tema, revelou ter tido mais de uma conversa com o camisa 9 e, assim como tinha feito no último fim de semana, cobrou mais empenho do atleta nas sessões de treinamento e também nos jogos.

"Vou tentar finalizar o assunto, não sou muito de novelas. Este é um país de novelas, as pessoas estão acostumadas desde crianças a assistirem novelas. Tudo que é polêmica vende, eu estou vivendo nessa sociedade", afirmou o técnico. "Para o Róger expressar sua qualidade, e a qualidade dele não está em discussão, é preciso compromisso e entrega em ser o melhor todos os dias. Claramente dizer para mim que quer ajudar, e isso não vem com palavras. Tivemos uma, duas, três conversas e não vi alteração alguma. Meus filhos são iguais. Tem hora que já não adianta mais conversar, ou mostra ou não mostra."

Lembrando que o português falou sobre a ausência do atacante nos últimos jogos após o empate por 1 a 1 com o São Paulo na Neo Química Arena. Na ocasião, ele disse que o jogador precisaria demonstrar maior luta e gana por um lugar no time. Falou também "falta de confiança" da sua parte.

"Dizem que não existia necessidade de expor, mas chega uma hora que é necessário expor. É como se eu estivesse mal e ele bem, não vamos inverter os papéis. Você luta, trabalha e faz o que for para melhorar. O Róger e qualquer jogador do Corinthians terá sempre o meu apoio, não deixo ninguém de lado, sou de conversar. Já vi o Róger diferente e espero, para o bem do clube, para o meu bem, para o bem da torcida que ele, de fato, se entregue à causa e tenha compromisso. Ele precisa se respeitar, nos respeitar e estar em seu melhor nível", finalizou o treinador, deixando claro que não responde mais a este tipo de pergunta.

Contratado pelo Corinthians no segundo semestre do ano passado, Róger Guedes é o artilheiro do Timão na temporada com sete gols marcados. O camisa 9 ,no entanto, ficou no banco de reservas nos últimos quatro jogos (Internacional, Boca Juniors, São Paulo e Always Ready) e apenas entrou em campo diante dos bolivianos no segundo tempo.

Na partida de ontem, inclusive, o atacante ficou por quase 40 minutos no aquecimento, contando o período do intervalo e o início da etapa final, e jogou pouco menos de 30 minutos na Neo Química Arena. Nas arquibancadas, a torcida do Corinthians gritou seu nome cobrando a entrada em campo. Apesar disso, o técnico Vítor Pereira deixou claro que a utilização de Róger Guedes não possui relação com a cobrança da Fiel.

"Temos que ser exigentes. Todos os títulos que ganhei na minha carreira foram na base da exigência, do compromisso, precisamos sempre estar em nosso melhor nível. Eu me entrego de corpo e alma em todos os dias da minha vida, portanto, a minha exigência comigo próprio tem que ser a mesma com os meus atletas", afirmou Vítor Pereira.

Corinthians