PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Abel pede paciência para usar base no Palmeiras: 'Temos que ganhar títulos'

Abel Ferreira durante treino do Palmeiras na Academia de Futebol -  Cesar Greco
Abel Ferreira durante treino do Palmeiras na Academia de Futebol Imagem: Cesar Greco

Colaboração para o UOL, em Santos (SP)

15/05/2022 04h00

O Palmeiras promoveu 10 jogadores após o inédito título da Copa São Paulo de Futebol Júnior, mas eles pouco atuam no elenco profissional. Em entrevista coletiva depois da vitória por 2 a 0 sobre o Red Bull Bragantino ontem (14), o técnico Abel Ferreira se defendeu com uma longa explicação.

O português destacou a diferença entre o sub-20 e o profissional, pediu paciência e destacou a pressão no clube por títulos. Depois de lapidar nomes como Danilo, Patrick de Paula, Gabriel Menino, Renan e Gabriel Veron, Abel freou a empolgação da nova geração de revelações: Mateus, Garcia, Naves, Freitas, Vanderlan, Fabinho, Pedro Bicalho, Giovani, Jhonatan e Gabriel Silva. Endrick, de apenas 15 anos e o mais badalado, segue na base.

"O Palmeiras definiu um caminho desde a minha chegada, mas tem objetivos claros. O Palmeiras tem que ganhar títulos. Há uma escada grande entre sub-20 e equipe principal. Precisamos dar tempo. Nem todos são iguais ao Danilo, que é fora da curva. Eu comecei a jogar de forma regular aos 25 ou 26. E maturidade competitiva normalmente aparece nessa idade. Veiga chegou há cinco anos e andou, andou, andou, andou e há um ou dois anos começou a jogar e joga o que joga hoje. Temos a nossa verdade. A aposta na formação do Palmeiras é fundamental, mas não significa não buscar jogadores experientes para nos ajudar a formar. Palmeiras tem elenco curto por acreditar na base", disse Abel, antes de citar todos do elenco

"De goleiros temos Weverton, Lomba, Vinicius e Mateus. De laterais temos Marcos Rocha, Mayke, Piquerez, Jorge, Garcia e Vanderlan. De zagueiros Luan, Gómez, Kuscevic, Murilo, Naves e Freitas. De meio-campistas Danilo, Atuesta, Gabriel Menino, Zé Rafael, Veiga, Scarpa, Jailson, Fabinho e Pedro Bicalho. De pontas temos Dudu, Veron, Breno, Wesley, Jhonatan e Giovani. Temos um centroavante emprestado, o Rony, além do Navarro e do Gabriel Silva. Um bom jogador, mas que tem que comer muito arroz com feijão. Esse elenco não é reduzido e tem um risco assumido pela diretoria. Eles foram claros. Para que possamos contratar ou renovar, quatro partes devem querer: clube, jogador, empresário e família. Está entendido?", completou.

Com a classificação garantida com duas rodadas de antecedência na Libertadores, Abel pode descansar os jogadores que atuam com mais frequência e ao menos relacionar mais garotos da base nos jogos contra Emelec-EQU, na próxima quarta (18), e Deportivo Táchira-VEN, no dia 24, ambos no Allianz Parque.

Além da competição continental, o Palmeiras também se garantiu nas oitavas de final da Copa do Brasil (ainda aguarda o adversário) e voltou a vencer no Campeonato Brasileiro.

Palmeiras