PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Súmula de Inter x Corinthians registra acusação de racismo e dá detalhes

Reprodução/Premiere
Imagem: Reprodução/Premiere

Do UOL, em Porto Alegre

14/05/2022 23h03

Classificação e Jogos

Braulio da Silva Machado, árbitro de Internacional e Corinthians, registrou em súmula a acusação de racismo de Edenilson contra Rafael Ramos. O relato ainda traz detalhes da conversa que durou cerca de cinco minutos durante a etapa final do jogo válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. De acordo com a arbitragem, o lateral corintiano negou a ofensa e disse ter proferido "foda-se, caralho" durante dividida com o camisa 8.

O relato em súmula, citando Rafael Ramos, é diferente do apresentado por Roberto de Andrade, diretor de futebol do Corinthians, em entrevista coletiva após o jogo.

"Ele disse outra coisa. Até se me permitirem, tem palavrão no meio... ele disse: "mano, caralho". Ele deve ter entendido outra coisa. Ele pediu desculpas se entendeu outra coisa, que não é do feitio dele", declarou Roberto de Andrade.

Inter e Corinthians empataram em 2 a 2, hoje (14), no estádio Beira-Rio.

O texto de Braulio da Silva Machado entrega detalhes novos da discussão após a ofensa relatada por Edenilson. O episódio ficou sem esclarecimento durante a partida e só foi confirmado após o apito final, por meio de declaração de Jô.

"Aos 31 minutos do 2º tempo, no momento em que a partida estava paralisada, fui informado pelo jogador nº 8, da equipe sc internacional, sr. edenilson andrade dos santos, que seu adversário nº 21, sr. rafael antônio figueiredo ramos, havia proferido as seguintes palavras para ele: "foda-se macaco". neste momento paraliso a partida e chamo os jogadores envolvidos para relatarem o que havia acontecido, sendo que o jogador edenilson andrade dos santos, confirma as palavras anteriormente citadas e o jogador rafael antônio figueiredo ramos, afirma que houve um mal entendido devido ao seu sotaque (português) e diz ter proferido as seguintes palavras" foda-se caralho". devido a distancia dos atletas e barulho da torcida nem eu, nem outro integrante da equipe de arbitragem consegue ouvir ou perceber qualquer das palavras acima citadas. então dou continuidade a partida", escreveu o árbitro da partida.

Futebol